domingo, julho 01, 2007

mimos




(a minha força)

15 comentários:

Cocas disse...

Nesta altura menos feliz da tua vida esses mimos são mesmo preciosos.

Um abraço muito forte para ti.

Cocas

sol13 disse...

Que delicia.....
Força rapariga......pensamento positivo.

Bjokas

AnaBond disse...

(adoro a foto)

beijoca grande.

Mar disse...

Há ainda tanto de doce na tua vida...

Um beijo grande, grande! :)

dia-a-dia disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
dia-a-dia disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
dia-a-dia disse...

E que força! Éramos tão mais fracas antes de os termos, não é verdade?

Abraço.

Catarina disse...

Lindo, lindo!
Abraços

Alda disse...

Acredito que seja a tua força... um grande beijo, minha linda.

(Teacher)Marga disse...

Não tenho conseguido escrever o que gostaria, por isso envio muitos beijinhos e que esse carinho te preencha... muito!

Ana Costa disse...

o mundo da maternidade fascinou-me em tanta coisa ...

é inexplicável a forma como nos muda, tornamo-nos incrivelmente mais fortes sem nos dar-mos conta. Enfrentamos tudo o que de bom e mau aparece, e somos obrigados a encarar a vida que às vezes (e falo por mim) me parece o maior calvário de todos.
Tenho momentos em que penso e sinto que simplesmente não me apetecia ser assim.
Tenho momentos que acho que esta força e coragem são alcançadas da pior forma.
Tenho momentos em que me apetecia ser simplesmente amparada …

compreendo-te tão bem ...

bjx

Mãe Frenética disse...

:) Um beijinho

Ana Costa disse...

linkei-te no meu blog ...

alias linkei o meu proprio comentario.

bjx

Cristina disse...

Desculpa lá a intromissão mas a propósito do livro no post seguinte. O meu marido ofereceu-me o "Morreste-me" do José Luís Peixoto. Gostei muito. Identifiquei-me muito. O sentimento de perda...
Aqui fica um link para o mesmo: http://www.instituto-camoes.pt/cvc/novasescritas/joseluispeixoto/joseluispeixoto2.html

Mais uma vez peço desculpa se for inconveniente mas percebo o que estás a passar!

Bjos

Cristina

Isa disse...

Pouco se pode dizer para confortar alguém de tamanha perda.
Não há nada neste mundo que consiga compensar a dor de uma perda deste tipo!!!
Felizmente os nossos rebentos, os que saem de dentro de nós e os que adoptamos como tal, têm um dom fantástico de minimizar a dor que sentimos!!!!

Agarra-te a tudo de positivo que tens na vida, e quanto ao resto, pensa apenas que há mais uma estrela no Céu a velar por ti e pelos teus!!! O teu papá vai estar sempre presente, mesmo na sua ausência física... vai ficar para sempre nos vossos corações e recordações!!!

Um beijo grande e um xi-coração apertado.
Isa