segunda-feira, dezembro 31, 2007

adeus, ano triste.

o tiramisu está feito, a receita dos mexilhões escolhida. há cerveja e vinho no frigorifico. queijos e frutos secos.

por cá o champanhe e as passas não entram na festa.

o jantar será a 4 e a meia-noite a 2.

o meu núcleo duro. sempre.

divirtam-se, entrem em 2008 em grande.

e desejo-vos a todos o que desejo a mim também: vida, saúde e muita alegria!

domingo, dezembro 30, 2007

passeio d'alma

ontem fomos à aldeia pela primeira vez após o adeus. e eu, cheia de medo de me ir abaixo, senti-me bem por lá (muito melhor do que poderia imaginar).

e ver os meus filhos a brincar onde eu tantas e tantas vezes brinquei levou-me um sorriso à cara. e senti-me BEM (aquele sentir que nos enche a alma, sabem?).

para o ano haveremos de lá voltar muitas e muitas vezes. está prometido, tia lurdes!

passeios

na semana passada fomos ao Portugal dos Pqueninos e do que eles mais gostaram foi da grande piscina de bolas...

(fizemos, portanto, 400 kms para eles se divertirem à brava num parque igual a outro que fica aqui mesmo ao lado de casa...)

sexta-feira, dezembro 28, 2007

missing man

faz hoje um ano que, acredito, passou o seu último dia feliz. rodeado da família e amigos mais próximos. com comida, bebida e muita música. com sorrisos, gargalhadas e corridas de crianças. as suas crianças. com quem brincou, pela última vez, no chão da sua sala. com quem rebolou e a quem deu colo. tudo pela última vez.

foi uma noite de emoções e de muita magia. sentia-se, a magia. sentia-se a amizade e amor que rodeavam todo aquele grupo. nas conversas, nas piadas e no brinde final. à sua vida.

a vida que, por mais que lutasse (e tanto lutou), lhe fugia do corpo. a vida que tentava agarrar mas que o traía assim.

nunca irei esquecer aquela noite. aquele serão. o último que conseguimos viver sem aquele fantasma ao nosso lado. o último em que foi possível fingir que tudo estava bem. o último em que vi sorrisos verdadeiramente felizes na sua cara.

o último de tanta coisa.

hoje o meu pai faria 62 anos. e, agora percebo-o, há um ano todos nos despedimos dele.

sábado, dezembro 22, 2007

natal

o primeiro natal sem o meu pai. o primeiro natal com o tiago.

um natal vivido intensamente (o primeiro em muitos anos para mim) porque aprendi, com o pior que experimentei na vida e com o melhor que o meu pai me deu, que temos a obrigação e o dever de aproveitar quem amamos todos os dias do ano. sempre.

e por isso a árvore, e a consoada cá em casa, e a família de novo reunida. e será sempre assim, por mais que também doa...

o meu pai não está cá. mas vai estar sempre comigo.

um feliz natal a todos, junto de quem vos está no coração.

sexta-feira, dezembro 21, 2007

a guerra dos sexos

à entrada da escola encontramos uma coleguinha do diogo.

pergunta-lhe ela: "posso-te dar um beijinho, diogo?"

responde ele: "não!! eu não sou teu amigo, sou amigo do marcos!"

(não sabia que estas diferenças se faziam notar tão cedo :p)

diogo, como se diz "gosto de ti"?

uóve iu!!

(isto dito com um sorriso orgulhoso/envergonhado na cara é do melhor que há...!)

:)

estamos assim...

vontade de blogar: zero!

(ainda espero voltar para os tradicionais votos de boas festas)

domingo, dezembro 16, 2007

para futura memória...


1º caixote embalado:



(e para contar o tempo que vai passar entre este dia e o dia em que desencaixotaremos a última tralha na casa nova...)

quarta-feira, dezembro 12, 2007

festa de natal do diogo



(a educadora tinha comentado na semana passada que ele se recusava a dizer a sua deixa nos ensaios. treinámo-la, também, em casa. hoje encheu-se de coragem e saiu-lhe um "feliz natal!" cheio de alegria!)

terça-feira, dezembro 11, 2007

festa de natal da sara



(apesar de nos ter visto logo ao início e de não ter tirado os olhos de nós, portou-se lindamente e foi uma bolinha da árvore de natal linda. gostei da simplicidade do tema, gostei do modo calmo como tudo se passou. nota positiva!)

almoço de natal do trabalho


seis meses depois, sinto-me completamente integrada naquela equipa.

e sinto-me bem por ali.

segunda-feira, dezembro 10, 2007

brincadeiras a 2




a falar é que a gente se entende!!

ontem, depois de uma asneirola enquanto pintavam os postais de natal, disse-lhe que não havia mais pinturas; berrou, berrou, berrou e depois, ainda a chorar, veio ter comigo:

"mãe, eu quero conversar..."

"conversar sobre o quê, diogo?"

"conversar sobre o que eu fizei*!!"

:D

*(fizei, sabo e outras, são a delícia dos meus ouvidos..)

sexta-feira, dezembro 07, 2007

hábitos do inverno

vou ali tomar um banho antes de me enroscar nos lençóis...

bom fim de semana!!

(o "hábito de inverno" não é tomar banho, que esse é de todo o ano :p é mesmo fazê-lo quase à meia-noite!)

saídas do diogo

esta manhã, a sara fazia uma birra imensa no elevador:

diogo: "vamos para a escola, linda!"

(vocês não estão é a ver o jeito meigo com que ele disse aquilo...que ternura imensa!)

terça-feira, dezembro 04, 2007

ainda do espírito natalício


"diogo, que prendas queres que o pai natal te traga??"

"p'endas g'andes!!!"

segunda-feira, dezembro 03, 2007

espírito natalício

ontem, para vermos se o rapaz animava com alguma coisa, resolvemos fazer a árvore de natal - uma estreia nesta casa - enquanto dormiam a sesta. quando o diogo acordou coloquei-me estrategicamente ao lado da dita para lhe tirar uma foto ao sorriso deliciado....

mas...

o rapaz virou costas e exclamou: "não gosto!!!

ok...

domingo, dezembro 02, 2007

2 anos, 8 meses

e nunca o vi assim...

(esta doença é tramada e suga-lhes qualquer energia que tenham. hoje passou o dia INTEIRO deitado no sofá e chegámos ao extremo de o fazer beber líquidos só para ter o que vomitar...)

sexta-feira, novembro 30, 2007

CONTÁGIO

na sala da sara, ontem à tarde, restava um menino. todos os outros ficaram doentes. uma menina foi, inclusivamente, internada.

na sala do diogo uma criança perdeu as forças de um momento para o outro e teve que ir para o gabinete médico aguardar a chegada dos pais.

a sara está, felizmente melhor. o diogo começou a vomitar de manhã e ainda não parou (nem a miltina/chá açucarado aguenta).

...

quinta-feira, novembro 29, 2007

passo a passo


hoje foi a avaliação da casa nova :)

lembranças da minha avó:


"uma meia meia feita
outra meia por fazer
diga-me lá a menina
quantas meias vêm a ser!"


(lembrei-me, assim de repente, enquanto dobrava as meias...terá sido um sussurro??)

:)

da anormalidade


hoje fiquei contente porque a minha filha almoçou 3/4 de batata cozida...

quarta-feira, novembro 28, 2007

cronologia da treta - I


já esteve pior, já esteve melhor e agora piorou outra vez...

continuamos de prevenção!

terça-feira, novembro 27, 2007

cronologia da treta:

madrugada de domingo: a sara vomita pelas 4 da matina e vai a banhos...

segunda de manhã: vai para a escola sem nada no estômago; explico à auxiliar que deve ter vomitado por causa da tosse;

segunda ao meio-dia: telefona-me a educadora a dizer que a sara vomitou o iogurte e o pouco que comeu ao almoço. que não parece ela;

segunda pelas 15h: vou buscá-la. entretanto liguei para a clínica onde me dizem para lhe ir dando água ou chá açucarados e mais tarde alguma coisa cozida.

segunda tarde/noite: bebe a água e janta um pouco de peixe e batatas cozidos e gelatina. não volta a vomitar;

terça de manhã: acorda com 38,8º. fica em casa com a mãe. pelas 13h muda o turno e é a avó quem assegura a coisa;

terça de tarde: nada a assinalar;

terça ao final da tarde: volta a vomitar, a temperatura sobe e faz MUITA diarreia (mudei 4 fraldas em meia-hora e dei-lhe dois banhos...);

terça ao jantar: está MUITO prostrada. ligo à pediatra que nos pede para ficarmos atentos a sinais de desidratação e para lhe ligarmos novamente se necessário;

terça ao serão: conseguimos que vai bebendo colheradas de chá açucarado e começa a "despertar";

neste momento canta, encostada ao pai...

segunda-feira, novembro 26, 2007

Tiago

o meu sobrinho, que há uns meses atrás me misturou lágrimas de felicidade no meio de tanta lágrima de tristeza, nasceu na madrugada de sábado.

e é uma coisinha linda, linda, linda...

:)

quarta-feira, novembro 21, 2007

terça-feira, novembro 20, 2007

querido pai natal,


gostava muito que trouxesses isto para os meus filhotes:

Example

(isto sim, mana, "é uma óbvia indirecta familiar") :p

Eu,

que há anos desprezo desprezava o natal, vejo-me agora ansiosa para observar a reacção dos miúdos à árvore que (pela 1ª vez) vamos montar no próximo fim de semana...

(a vida muda-nos. mesmo.)

brincadeiras a 2:

o diogo corre aos gritos "fujam, fujam. vem aí o lobo!!! anda mana, vamos esconder!!" e a sara corre atrás dele e ri, ri, ri...

1º pedido (ever) de natal:


"eu quero pedir ao pai natal para me dar legos!!"

(nós já comprámos as nossas prendas. e não incluem legos...!)

segunda-feira, novembro 19, 2007

primeiras horas da 2ª tentativa de desfralde

após conversa com a educadora sobre a pena que seria deixar passar este pedido do diogo começámos, em casa, pelas 17h30 o desfralde. resultado das primeiras horas (17h30 - 21h):

1 (UM) acidente (pena, pena foi ter sido no - já miserável - sofá...);

2 séries de pingas na sanita;

1 xixi a sério na sanita!

(e eu começo a acreditar. porque na 1ª tentativa, nos 3 dias completos, ele não fez uma pinga sequer na sanita!)

no 1º dia de chuva da época


o meu filho diz-me que quer ir para a escola com as cuecas do noddy.

(não se deve iniciar o desfralde no outono/inverno exactamente porquê? é "só" uma questão de roupa suja?)

regresso da chuva, regresso das dúvidas

quero ver como os vou buscar à escola com esta chuvada e ventania. uma mãe para dois filhos. dois filhos pequenos a precisarem de colo e de um guarda-chuva sobre a cabeça...

impossível, portanto.

sexta-feira, novembro 16, 2007

20 meses



e para celebrar a ocasião a miúda acordou-me às 2 da matina cantando como se não houvesse amanhã...

(febre, claro!)

quinta-feira, novembro 15, 2007

quarta-feira, novembro 14, 2007

terça-feira, novembro 13, 2007

ontem, na tv,

eu também vi e também fiquei estarrecida. e só conseguia pensar "por favor levem-me a miúda daí, não vêem o que lhe estão a fazer?!". e fiquei abismada a olhar para a tv. e para aquele espectáculo inominável.

triste.

não sei que vos conte primeiro

se a consulta dos 2 anos e meio do diogo que nos vai levar a um oftalmologista já em dezembro (apenas um despiste por causa de uma suspeita nossa);

se o facto de termos assinado hoje o contrato promessa compra e venda e termos a escritura apalavrada para janeiro;

se a negociação com o banco que nos correu muito bem;

se os mimos com que o diogo nos tem brindado nos últimos dias (declarações de amor recheadas de abraços só para desdizer a mãe que o chamou de parvinho há uns posts atrás);

se os números todos enfileiradinhos da sara que, com pouquinha ajuda, já vai contando até 10;

se o sentimento de gratidão que me vai envolvendo todos os dias;

se...se...se...

:)

ah......e já vos disse que estou de férias??? :p

segunda-feira, novembro 12, 2007

5 meses de adeus

tenho tantas saudades.

domingo, novembro 11, 2007

quinta-feira, novembro 08, 2007

do registo mensal

ELE: "no contacto com as outras crianças mostra-se conversador, contudo tende a imitar os comportamentos negativos de algumas" - que é como quem diz: anda parvinho de todo!!

ELA: "a sara continua a ser aquela menina linda que irradia alegria e energia a toda a hora!(...) A Sara cativa e sabe como cativar qualquer adulto!" - também em casa se nota uma melhoria significativa do comportamento desta miúda: menos birras, mais sorrisos mas sempre muita necessidade de companhia.

quarta-feira, novembro 07, 2007

ela


ontem, ao despedir-se dos avós:

"'deus!! 'té p'óxima!!"

(do mais educado que há, esta minha filha... :p)

domingo, novembro 04, 2007

feliz (com um travo de tristeza)

não foi daquela vez mas foi hoje...

já sinalizámos a casa e estamos MUITO felizes com a nossa escolha (e também, confesso, com o fim da procura!) :D

acredito que vamos ter mais qualidade de vida e que vamos viver aquela casa em todo o seu potencial (mais do que viver nela...).

hoje, mais do que nunca, queria o meu pai aqui comigo. queria partilhar com ele o concretizar deste nosso sonho. obrigada, pai.

(obrigada, mãe)

terça-feira, outubro 30, 2007

na consulta de ginecologia


a primeira pergunta da médica:

não está grávida, pois não?!

:p

consulta do ano e meio (aos 19 meses)

primeiro dado a reter: a minha filha perdeu 300grs desde 6ª feira passada (como deixou de comer na 3ª pode-se imaginar o cenário...)!

tirando a estomatite confirmada (mas que parece estar a querer dar tréguas, bendito xarope!!), tudo a 100% com a miúda: bom desenvolvimento físico, excelente desenvolvimento intelectual (principalmente ao nível da linguagem).

estive bastante tempo a conversar com a pediatra sobre o "feitiozinho" da sara tendo-me sido referido que os miúdos com algum avanço de desenvolvimento para a sua idade apresentam, por vezes, este tipo de carácter. foi-me aconselhado evitar o confronto antecipando as situações geradoras de "birras" (esta vou ter que treinar...) e foi uma conversa muito interessante.

conclusão: tenho uma miúda com mau génio mas inteligente :p

estomatite aftosa - informação a reter:

é o primeiro contacto que temos com o virus da herpes (daí o zovirax - xarope); pode durar até 3 semanas (ia caindo de cu quando a pediatra me disse esta!); o zovirax só faz efeito se for administrado dentro das 1ªs 72h de sintomatologia; tem como sintomas: febre (que pode ser alta), falta de apetite, gengivas inchadas e aftas (neste caso não tem a ver com falta de vitaminas).

é uma doença CHATA como o raio!!

(esta informação deve ser utilizada como um mero indicativo devendo ser verificada com o pediatra)

domingo, outubro 28, 2007

hoje

aguardamos a chegada da joaninha :)))

(desde há 2 anos e meio que estes momentos me emocionam tremendamente.)

adenda: a joana é uma bébé que chegou a este mundo ontem, após uma maratona de mais de 24h de espera. é filha de amigos e será, um dia, amiga dos meus filhos. ou assim eu espero.

(quanto à menina que foi adoptada pela minha amiga, já está totalmente adaptada e já a fomos conhecer :D )

longe da vista...

na 6ª feira a pediatra bem que as mencionou mas eu não vi...

ver torna tudo pior.

a "gengivite" não é mais do que uma "estomatite aftosa" (a médica referiu o termo mas eu perferi guardar apenas o primeiro, menos doloroso) e a minha filha tem a língua pejada de aftas.

estamos a zovirax (obrigada, sónia!) e a noites muito, muito mal passadas (já não me lembrava do que é não conseguir dormir mais do que duas horas seguidas).

esta doença não é nada de muito complicado mas é chata como o raio.

(ana: podias-me ter abordado...pelo menos entre os nossos filhos houve logo sintonia ;) )

sexta-feira, outubro 26, 2007

3

três dias de febre e três dias de falta total de apetite levaram-nos hoje ao pediatra (a três dias de distância da consulta de rotina).

apesar de não estar demasiado preocupada estranhei a falta de outros sintomas (nem tosses, nem pingos no nariz, nem mais nada).

as noites, especialmente a última (e provavelmente a que se avizinha se for parecida ao serão..), têm sido um regresso a outros tempos com idas constantes ao quarto deles, muito mimo, muito leitinho, muito colo, muito choro. o diogo não acorda com nada (nem com a irmã a lamuriar-se uma noite inteira). valha-nos isso.

temos, portanto, uma menina com "gengivite" muito, muito queixosa...segundo a pediatra que a viu não há nada a fazer a não ser esperar e ir aliviando com bebidas frias e be-nu-ron.

it's gonna be a looong night...

quinta-feira, outubro 25, 2007

há quem se vicie em sites pornográfic*s...

eu estou viciada em sites de imobiliárias!

(já deito casas&áreas&zonas&preços pelos olhos...!!!)

segunda-feira, outubro 22, 2007

pergunta

quando vou conseguir sair sózinha com os meus dois filhos sem stresses nem berros nem medo de os perder?

(gostava de os aproveitar mais. de sair com eles da escola e irmos para o parque. de passarmos numa loja para comprar o que falta para o jantar. de irmos ao pão. de não andarmos diariamente na viagem casa-escola/escola-casa. de não ter de fazer tudo antes de os ir buscar significando isso que os vou buscar mais tarde.)

(acho que é o que mais me pesa nesta diferença tão curta de idades. o não poder curti-los mais, gozá-los de uma outra forma).

sábado, outubro 20, 2007

em jeito de registo:

estamos quase em novembro.

os meus filhos estão de calções e sandálias...

estou sózinha com os 2

e a parte da manhã correu tão bem que estou um bocado apreensiva com o que ainda poderá dali vir...

:p

o raio da miúda é gira de todos os ângulos...



(é o que lhe vale, é o que lhe vale...)

sexta-feira, outubro 19, 2007

cá por casa todos bem...

a mãe deixa os ténis de rua no ginásio,

o pai põe um biberão vazio a aquecer.

quarta-feira, outubro 17, 2007

espevitada

o pai, zangado com ela: sara, vai já fazer o que te disse!! um...dois...

ela: tês, qua'to!!!

(hoje, então, nem deixou o pai começar, mal ele se zangou começou logo ela a contar!! :p)

late, late, late...


de vez em quando recebo respostas a posts com anos:



(este mail, recebido hoje, refere-se à gravidez do diogo!)



ah...sandra: deu certo, sim :D

domingo, outubro 14, 2007

expectativas

é possível que esta manhã tenhamos entrado, pela primeira vez, na nossa futura casa...

é possível, sim sra :D

sábado, outubro 13, 2007

do tempo que (não) passa

faz hoje quatro meses que fomos à aldeia, supostamente para nos despedirmos. mas a verdade é que eu me continuo a despedir todos os dias. a verdade é que continua a doer todos os dias.

este mês, não sei porquê, foi particularmente difícil. para além da saudade, a angústia e as terríveis recordações assombram-me os dias sem pré-aviso. e é no carro, de manhã, e à noite, quando me deito, que menos lhes consigo escapar.

e eu sei que a tristeza não vai nunca passar.

quinta-feira, outubro 11, 2007

modernices... - I

como hoje durante o dia não tive tempo para "internets" não fui verificar ao mail...esta tarde apareceram-me em casa dois anjos do continente com a encomenda que eu julgava perdida!!

:D

(obrigada pelas dicas!!)

quarta-feira, outubro 10, 2007

modernices...

estive mais de uma hora de volta da encomenda do continente online (para aproveitar bem andei a ver tudo o que fazia falta nas várias divisões da casa ao mesmo tempo que ia preenchendo a lista).

quando carreguei no enter o site "encravou"; a minha encomenda não foi registada.

estou possessa e desconfio que amanhã ninguém janta nesta casa :|

terça-feira, outubro 09, 2007

do registo mensal da escola (sara):

"(...)É uma criança activa, curiosa, meiga (dar e receber abraços/beijinhos sabe sempre bem!), no entanto é de ideias fixas, um pouco teimosa até e, por esta razão, intolerante face a pequenas frustrações e contrariedades que experiencia(..)"

(agora digam que sou eu que exagero...)

sexta-feira, outubro 05, 2007

com meia casa na mala do carro

desejamo-vos umas boas "mini-férias" (para quem não as teve, como eu, é mesmo ao que sabem!!) :D

acabadinha de acontecer

os dois sózinhos no quarto; ela começa a chorar:

ele - "desculpa, mana, desculpa!"

ela - "beijinho, beijinho"

ouve-se um beijo e ela vem de sorriso estampado na cara para a sala :)

(esta vale por todas as outras em que ele lhe bate e faz ar de santo quando o interrogamos)

quinta-feira, outubro 04, 2007

terça-feira, outubro 02, 2007

2 anos e meio



és o meu bebé grande!

(eu não xou bebé, mãe!! eu xou diogo!!)

pergunta com meses:

os vossos filhos também passaram/estão a passar por uma fase de gaguês irritantezinha?

(o diogo anda nisto há meses. às vezes temos que esperar valentes segundos para que consiga começar uma frase, às vezes as palavras não lhe saem.)

(alguém me deu uma resposta interessante para isto: o pensamento deles é mais rápido que a linguagem e daí o "desfasamento"; se isto tem base científica ou não já são outros tantos, claro...).

segunda-feira, outubro 01, 2007

"zagolina"


é a palavra do momento.

:)

faz-me confusão, pronto.

ouvir um conhecido/amigo/familiar/whatever falar aos meus filhos na "mamã" soa-me muito mal...os meus filhos só conhecem as "mamãs" dos colegas...os meus filhos não me reconhecem como sua "mamã".

eu não me reconheço como "mamã" de ninguém.

domingo, setembro 30, 2007

do registo mensal da escola (diogo):

"come muitíssimo bem."

Nããããããããããããããã....!!!

(o que eu me ri...qualquer dia sou chamada ao colégio tal como a minha mãe o foi há umas décadas atrás por causa das quantidades de comida ingeridas pela minha irmã!)

:)

(é que a educadora não escreveu "muito"..."muitíssimo" é muito mais que "muito", não é?)

sábado, setembro 29, 2007

ando emocionada há uma semana...

partilhar um processo de adopção desde o seu início há quase 4 anos (!), as esperas e angústias, as demoras incompreensivas e depois, quando menos esperavamos, a chegada da nossa nova menina...

tem sido um sonho.

(e esta noite, mesmo só a conhecendo por fotografias, sonhei com a B.)

:)

terça-feira, setembro 25, 2007

para a minha cindy:

há cerca de 2 anos e meio disseste-me, num momento de puro pânico de recém-maternidade, que não tinhas qualquer dúvida sobre as minhas capacidades como mãe. falaste-me inclusivé sobre o modo como mudei a fralda ao diogo, lembras-te?

pois eu hoje não te vi a mudar a fralda da tua filha mas digo-te, com a mesma certeza com que mo disseste a mim, que não duvido - por um segundo que seja - das tuas capacidades como mãe.

e que estamos cá para vos ajudar no que for preciso. e que estou muito, muito feliz. e que estou desejosa de conhecer a nossa menina.

e que vai correr tudo bem...

:)

segunda-feira, setembro 24, 2007

há sempre uma primeira vez para tudo...


hoje não fui trabalhar. fiquei com o diogo, doente, em casa.

(é só uma constipação chata que deu direito a febre e eu até tinha um dia para gozar. mas é esta a diferença que mais me incomoda entre o estar em casa e a trabalhar: não poder ficar com eles sempre que for necessário...)

ai portugal, portugal...

"Nos Estados Unidos, alguém resolveu fazer um teste com mais de sessenta miúdos, entre os três e os cinco anos. Embrulharam cenouras cozidas em papel normal e em papel da MacDonald's. Fizeram o mesmo com leite e sumo de maçã. Uns em copos normais, outros em copos da multinacional. Os miúdos nem pestanejaram: comeram e beberam o que julgavam ser da MacDonald's e choraram por mais. O resto, exactamente igual, não lhes soube lá muito bem. Moral da história: com boa publicidade, até as cenouras sabem melhor.

Para defender as crianças da manipulação, o Ministério da Educação português resolveu avançar com um projecto escolar: ensinar os alunos do primeiro ciclo a ter "sentido crítico" em relação aos anúncios que vêem na televisão. O mais interessante vem depois. Quem é que aplica este programa? Um comité presidido pelo director-geral do Grupo Nestlé. E quem paga? Danone, Continente, Diageo, Kellog's e Nestlé. Ficam-me duas inquietações. Em que momento passou a ser aceitável que empresas privadas sejam responsáveis por matérias ensinadas nas escolas? E a que cabeça brihante ocorreu que as empresas que convencem as crianças, através da publicidade, a encherem-se de calorias, são as mais habilitadas para as defender da publicidade que lhes impingem? Quem julga que estamos dispostos a entregar o "sentido crítico" dos nossos filhos a multinacionais alimentares só pode pensar que ensandecemos de vez."

(Daniel Oliveira in Expresso de 8/9/07)

(eu prefiro acreditar que o jornalista foi mal informado...é que só pode!!)

domingo, setembro 23, 2007

entre amigos

ontem conversava com um amigo no Bairro Alto (e que bem me soube uma noitada à antiga) e, como sempre, derrapámos para as questões filosóficas da vida.

eu: e então, já tiveste as respostas que procuravas?

ele: não, decidi-me por uma fuga em frente (vai trabalhar para fora do país)

ele: e tu, já tiveste as tuas respostas?

eu: epá, olha, eu deixei-me disso e resolvi seguir com a vida e com o que realmente importa.

ele: e conseguiste?

eu: parece que sim. deixei-me de merdas e só quero é fazer a minha vida e ser feliz. muito terra a terra, sem grandes teorizações e porquês.

ele: isso quer dizer que deste o passo final para a fase adulta. conseguiste o que muitos de nós ainda andamos à procura...

(será? será essa a resposta? tornamo-nos adultos quando deixamos de nos preocupar com todas aquelas questões que nos atormentaram durante anos e anos de growing pains?)

terça-feira, setembro 18, 2007

querida S.,


digam-te o que disserem, esta é a grande diferença entre ter um filho e uma filha:



(sandálias compradas no mesmo dia para os dois...)

domingo, setembro 16, 2007

18 meses dela



a minha filha é, sem qualquer dúvida, o meu maior desafio...

(difícil, torta, desafiante, birrenta...e linda! LINDA de morrer!)

sexta-feira, setembro 14, 2007

nojentinho mesmo

é eu ter uma caixa com larvas/minhocas/whatever no frigorífico!!

(bem que me podia ter saído um gajo que gostasse de...errrr...de golf ou qualquer outra coisa sonsinha! mas não, tinha que gostar de pescar...argghhhh.)

(e para ajudar à festa sai-se o meu irmão com esta: "vê lá se a Sara dá com elas e as come" O.O família de malucos!)

tirem-me deste filme...


hoje telefonei para um nº que me deram na C.M.L. para saber se um documento que requisitei já estaria pronto. disseram-me que liguei para o departamento errado e deram-me um novo número. disseram-me que liguei para o departamento errado e deram-me um novo número. (não, não me enganei, a frase é propositadamente repetida).

o 4º número que me deram dá sempre sinal de "ocupado"...

(estou capaz de "morder" em alguém...!)

quinta-feira, setembro 13, 2007

sujidade = brincadeira??



então o meu filho hoje teve um dia em cheio!!!

quarta-feira, setembro 12, 2007

da dor que não passa


desejar a morte a quem me deu a vida foi das coisas mais violentas que senti até hoje. e ainda me debato com esse sentimento, com esse sofrimento.

e sei que não vai passar nunca...

(3 meses)

terça-feira, setembro 11, 2007

assim vais longe...

o nº de vezes que tenho ido semanalmente ao ginásio (4/5) é proporcional ao nº de vezes em que me apetece comer este mundo e o outro.

(2 kilos já cá cantam desde há 3 meses - eu não te dizia, mãe? - agora chega!!)

domingo, setembro 09, 2007

sábado, setembro 08, 2007

home alone!




Example
(no kids allowed!)

quinta-feira, setembro 06, 2007

vida

eu ainda não tinha contado aqui mas há cerca de 3 meses, numa tarde ensombrada por más notícias, chorei baba e ranho no carro: fiquei a saber que vou ser novamente tia e as lágrimas de alegria e tristeza misturaram-se de tal forma que no final fiquei sem saber ao que chorei...

ontem os meus olhos voltaram a brilhar. vamos ter mais uma menina na família.

o que vale é que a vida nos vai reservando momentos únicos de felicidade :)

(d)eles - I (ou vocês pensavam que era só amor e abracinhos?!)


sinto-os diferentes desde há uns tempos para cá. já se conseguem divertir os dois juntos e percebo que gostam da companhia um do outro.

mas...

ainda há muita briga pelos brinquedos (o diogo tem um prazer imenso em tirar o que quer que seja que a sara tenha na mão). ainda há muita birra e choro (a maior parte das vezes da miúda, que tem menos força, o que não invalida que ele não tenha já ficado com os dentes dela marcados num dedo). já há queixinhas de ambas as partes (ele faz um grande filme e diz "foi a sara!", ela chora desalmadamente e e só diz "mano!!"). o ciúme e a corrida por atenção (de ambas as partes) são diários.

mas...

não é nada que não se resolva, nada que nos faça perder a cabeça!

quarta-feira, setembro 05, 2007

(d)eles

não tenho escrito sobre o relacionamento entre eles porque me faltam as palavras para tanta emoção. não sei descrever o que sinto todas as manhãs quando, ainda a arranjar coragem para me levantar, os oiço pelo intercomunicador na conversa e na galhofa. não consigo precisar as palavras ternurentas que trocam e que me ofuscam os olhos. não é traduzível o carinho que lhes sinto.

ela chama-o "manoooo!" para de seguida ele responder "que é, sara??". ela pergunta "a mãee???" e ele logo explica "a mãe 'tá a dormir". ela chora e ele faz-lhe festinha e abraça-a. "não chora, mana!".

gostam de brincar juntos em tudo o que sejam jogos físicos. e aí é vê-los de mão dada à procura do pai pela casa fora. é deixá-los magoarem-se na brincadeira pegada com o sempre-em-pé. é fugir das corridas diabólicas. é não interferir quando se desacertam.

ter dois filhos é essencialmente isto. vê-los crescerem juntos.

segunda-feira, setembro 03, 2007

mudos de espanto

foi como ficámos quando, durante uma brincadeira com números, o pai começou: "um..."

e a sara: "dois!"

e o pai: "três..."

e a sara: "quat'o!"

e o pai: "cinco..."

e a sara: "seix!"

e o pai: "sete..."

e a sara: "seix!"

(nem queriamos acreditar...se ela continuasse acho que ficava com a boca descaída para o resto da vida!!!)

domingo, setembro 02, 2007

amanhã, nova etapa: pré-escolar

o diogo entrou para a escola faz agora um ano. foi para a sala de 1 ano (tinha 1 ano e 5 meses e era o mais velho do grupo) e adaptou-se muito bem. com o passar do tempo fomos reparando que havia grandes discrepâncias entre ele e os outros meninos. ele já dizia muitas palavras, ele já fazia uma série de coisas que os outros ainda não conseguiam. de início não pensei muito nisso até porque não havia nada a fazer mas a verdade é que que a distância entre ele e os outros ia aumentando com o passar do tempo...

quando surgiu a possibilidade de eu voltar a trabalhar ficámos com um problema: onde deixar a sara? na escola dele não havia vagas e eu não queria que ela se adaptasse a outro lugar para dali a meses ter que fazer nova adaptação. falei com a directora da escola e, felizmente, o problema resolveu-se: o diogo passou para a sala dos 2 anos e a sara ficou no lugar dele.

e foi aí que compreendemos que o diogo precisava, efectivamente, de integrar outro grupo. um grupo de meninos mais velhos e mais avançados. o desenvolvimento dele a partir do momento em que mudou de sala foi espantoso! rapidamente se adaptou a novos horários e rotinas e, de um momento para o outro, começou a saber as cores, a cantar músicas de fio a pavio, a fazer conversas com as palavras todas no lugar.

a ideia inicial seria ele ficar mais um ano naquela sala. no entanto, isso significava que voltaria a estar com o seu primeiro grupo que em setembro passaria para lá. e isso começou a angustiar-me. e a fazer-me pensar e repensar na questão.

até que um dia resolvi pedir à educadora da sala para fazer uma avaliação do miúdo com o objectivo de perceber se não seria melhor ele avançar com o grupo para a sala de 3 anos.

e a verdade é que, passados uns meses, a educadora ficou sem dúvidas absolutamente nenhumas e decidimos, em conjunto, que o diogo entraria no pré-escolar em setembro.

mais tarde, no dia da avaliação individual, e porque esta é uma questão que - obviamente - me fez pensar muito, ainda voltei a questionar a educadora, até porque ele vai ficar numa sala com muito mais miúdos e rotinas completamente diferentes (e, confesso, tive medo de lhe estar a roubar um ano de brincadeira), mas a educadora foi firme: o diogo está mais que preparado e só naquele grupo ficará bem integrado.

e pronto. amanhã o meu miúdo giro vai começar o 1º dos 3 anos de pré-escolar. e eu sou uma mãe do mais orgulhoso que há!

sexta-feira, agosto 31, 2007

foi ontem

despedimo-nos do avô, na varanda, a olhar para uma estrela. expliquei-te que tinha morrido e que estava na estrelinha. chamaste por ele mas expliquei-te que não te podia ouvir. tentaste chegar à estrela e pediste-me para tentar também. expliquei-te que não voltariamos a ver o avô e que ele ficaria lá a olhar para nós. dissemos adeus e declarámos-lhe o nosso amor.

(não deveriamos ter que falar na morte a uma criança de 2 anos...)

quinta-feira, agosto 30, 2007

mês novo, vida nova!


decidi (como havia decidido há uns meses largos atrás mas adiante..) que em setembro recomeçaria a ter mais cuidados comigo e com a minha saúde. primeiro passo: vivafit! fui ontem a um treino experimental e gostei tanto que me inscrevi logo. agora tenho 1 ano para mostrar o que valho a minha motivação vale.

acabei por ter também uma surpresa muito agradável: digam-me lá vocês quais são as hipóteses de, no meio do treino, a suar por todo o lado e a tentar não parecer muito mal, encontrar uma cara (não) conhecida?? pois foi o que aconteceu e por trás de um "olá inês!" conheci a gata mais simpática aqui da zona! apesar do contexto em que a coisa se deu, ou por isso mesmo, gostei!! :)

mais mudanças: 1 litro e meio de água por dia, creme depois do banho (sempre!) e uma ida ao cabeleireiro que vai ter que ser muito bem "estudada"...

quarta-feira, agosto 29, 2007

"we're adults...


when did that happen?"

(grey's anatomy)

terça-feira, agosto 28, 2007

dor e amor

ainda há pouco, antes de o deitar, fui mostrar ao diogo, como faço de vez em quando, as fotos dele com o avô. gosta de ver e sorri muito.

conversámos um bocadinho (continua a achar que o avô está no hospital) e no fim saiu-se com esta:

"eu quero dar um ab'aço ao avô!"

"dás depois, ok?"

"'tá bem, eu dou amanhã quando aco'dar"

...


(tenho tanta mas tanta pena de ele não ter a companhia do avô que o adorava. que não vá lembrar as brincadeiras no chão e o sorriso orgulhoso daquele avô babado. tanta pena, pá...)

segunda-feira, agosto 27, 2007

há cerca de um ano atrás


eu ainda sentia esperança...

:'o(

infertilidade

é incrível como, passados 3 anos, ainda recebo mails (muitos!) em resposta a este post.

domingo, agosto 26, 2007

marco importante

há mais de 2 meses começámos a integrar os lacticínios na dieta alimentar do diogo. tivemos dias de incertezas e outros de satisfação (e tantas dúvidas...).

na semana passada o biberão do miúdo passou a ser constituído unicamente por leite de vaca e começámos também a introduzir os iogurtes "normais" (a passagem do leite de soja para o leite de vaca foi propositadamente lenta mas valeu a pena!).

em setembro já entrará na escola, conforme planeámos, com uma alimentação perfeitamente normal.

:D

relax

ontem estive aqui.

saí de lá renovada e de bem com a vida.

quinta-feira, agosto 23, 2007

sorrisos no trabalho


Eu: "estou a apostar em si, N.!"

Ele (com um sorriso): "eu é que estou a apostar em mim!"

(e é por estes pequenos momentos que vale a pena...!)

quarta-feira, agosto 22, 2007

não há nada a fazer

há pessoas com quem eu, simplesmente, não sei lidar.

(eu até posso tentar mas aquela natureza, para mim incompreensível, acaba por vir ao de cima e aí eu faço stop. e é mesmo stop.)

resposta aos comentários - eu não estou a falar de embirranços. estou a falar de desonestidade e mentira. e de vergonha na cara. e sim, pat, custa muito. mas decidi neste último ano que há pessoas com quem não vale a pena estar e com quem não vale a pena perder tempo (tão precioso).

terça-feira, agosto 21, 2007

afinal o que eu queria mesmo, mesmo, mesmo

era perceber o que se passa com o nosso IRS...!

adenda - tal como aconteceu com a ana, também a nós nos davam a informação, via net, de que o irs já havia sido liquidado. ora nós não recebemos nada. fizemos o que nos aconselhaste e pelo telefone lá nos disseram que estava a pagamento. Obrigada!

UF!!!

o que eu queria mesmo, mesmo, mesmo


era mudar de casa até ao final do ano.

(ontem fui ao notário. mais um pequeno passo num caminho ainda longo...)

gosto de tudo no meu novo trabalho

excepto dos recibos verdes...

(e é nestas pequenas coisas que vejo o quanto mudei. antes andaria angustiadíssima com a situação de incerteza. hoje agradeço ter trabalho e não me preocupo antecipadamente.)

segunda-feira, agosto 20, 2007

conclusão:

ao segundo filho deixei de conseguir escrever sobre aquilo que penso/sinto.

(ou é isso ou a mioleira a dar de si...)

indecisões

não sei que fazer deste blog...

(deixem lá, deve ser só mais uma das minhas crises de identidade bloguística)

adenda - esta letra melhorou a leitura?

domingo, agosto 19, 2007

músicas da minha vida - Nessum Dorma




(para começar com o pé direito as mudanças no conteúdo do blogue...)

sábado, agosto 18, 2007

mudanças


este blog precisa de levar uma volta...
tanto na forma como no conteúdo!

Adenda: ai que lufada de ar fresco!

manos




sexta-feira, agosto 17, 2007

eles os 3 de férias, eu a trabalhar...

e sabem que mais?

não me queixo (não a sério, pelo menos :p)! tenho um emprego de que gosto MUITO, colegas com quem me dou bem e os finais de tarde para matar saudades dos meus bichos :)

para o ano, se tudo correr bem, gozaremos então as férias de família a que temos direito!!

quinta-feira, agosto 16, 2007

17 meses dela



está grande, linda e...difícil! digamos que é uma miúda com uma personalidade muito vincada...

tem cada vez mais tiques de menina e dá gosto vê-la toda vaidosa a dançar.

gosta de companhia para brincar mas também se distrai sózinha.

gosta MUITO de colo, especialmente se for da mãe.

de há umas semanas para cá que, finalmente, deixou de acordar de noite. dorme das 21h às 8h/8h30.

teve uma fase em que rejeitava quase toda a comida mas agora está tipo furacão.

na escola dizem que se porta lindamente e que não faz birras(!!)...

segunda-feira, agosto 13, 2007

pancadas

dele - desde há cerca de um mês que todos os dias nos pede para beber cerveja (apesar de saber que "só os grandes bebem porque faz dó-doi na cabeça dos meninos"); já não sabemos que mais lhe dizer!

dela - de há meses para cá: sapatos e malas/sacos!

back in action


voltámos, finalmente, a ter internet em casa!

domingo, agosto 12, 2007

do amor e da revolta


pensava que nada me marcaria tanto como o nascimento dos meus filhos.

estava enganada.

os 5 meses de internamento do meu pai, mais ainda do que a sua morte, mudaram a minha maneira de ser e estar na vida.

e se continuo a chorar pela saudade de não o ter comigo, mais choro e mais me angustio com a memória daquele tempo insano.

(2 meses)

sexta-feira, agosto 10, 2007

da (triste) vida


o que se diz a uma mãe que perde o filho às 35 semanas de gestação?

(já todos ouvimos falar destes casos. dar-lhes um rosto, seguir-lhes a história...faz-nos questionar tudo.)

quinta-feira, agosto 09, 2007

mudança de rotinas


o diogo, que deixou de beber leite à noite por sua própria iniciativa lá pelos 11/12 meses (tenho que ir confirmar isto..), resolveu que afinal o leitinho da noite até era uma boa ideia e desde há uns 4 meses que voltou a pedi-lo (na altura estavamos a começar a deitá-los no mesmo quarto e como não podiamos arriscar ouvi-lo aos berros depois de deitado, cedemos).

a sara acordava sempre pelo menos 1 vez por noite para beber leite; por várias vezes tentámos que bebesse na altura de adormecer mas nada. isto até há pouco tempo, altura em que começou a beber também depois do banho mesmo antes de deitar.

resultado: desde há 2 semanas que não acordamos de noite!!

:D

(e já não há stresses por dormirem no mesmo quarto: de noite deitamo-la primeiro a ela e passado um bocadinho - já não tão grande - a ele. de manhã ainda se entretêm na brincadeira um bocado e nós podemos ficar na preguiça enquanto nos deliciamos com os diálogos dos dois).

terça-feira, agosto 07, 2007

Poquê?! E poquê?! Mas e poquê?!


ele já andava a ameaçar mas desde a semana passada que é oficial: começou a fase dos porquês!!

(isto não é coisa dos 3 anos, pá?!)

segunda-feira, agosto 06, 2007

a vitória das fraldas


6ª cheguei à escola e a primeira coisa que a educadora me disse foi: "mãe, tivemos que lhe pôr uma fralda!"; não houve UM xixi no bacio, as mudas sucederam-se e ele disse-lhes que queria pôr fralda. E assim foi que eu não quero um filho desfraldado mas com traumas!

à noite tive a confirmação: como fez um cocó pouco tempo antes do banho, resolvi pôr-lhe umas cuecas só para não gastar mais uma fralda por 10 minutos; o resultado foi mais um cocó, desta vez nas cuecas, sem qualquer aviso prévio.

por agora paramos. logo vemos quando retomamos o processo.


(eu não queria nada era estar mais um ano assim...)

sexta-feira, agosto 03, 2007

do mesmo...


ontem não houve desenvolvimentos e vieram mais cuecas para casa. o problema é que ele faz o xixi às pinguinhas e não consegue ainda controlar a coisa.

damos mais um dia e se não houver evolução redefinimos a estratégia.

(obrigada pelas dicas!!)

(rita: a ideia de avançar foi nossa, não da escola, a educadora apenas concordou que se poderia tentar por ele ser tão despachado).

quinta-feira, agosto 02, 2007

desfralde - o 1º dia


4 pares de cuecas (um deles em casa) e 2 pares de calções sujos. xixi no bacio só uma pinguinha...

vários "não consigo" que me partem o coração.

hoje é o dia 2.

quarta-feira, agosto 01, 2007

começou!


hoje levou 6 pares de cuecas e 5 pares de calções. sabe a teoria toda, vamos a ver como se sai na prática!

:D

terça-feira, julho 31, 2007

G-L-U-P!!


amanhã é suposto começarmos o desfrade do puto (isto se eu conseguir chegar a tempo ao hiper para lhe comprar uma dúzia de calções de algodão para as distracções que as cuequinhas já estão no estendal a secar)...

(oh pra mim sem vontade nenhuma...)

não, não estou a exagerar!


ontem ao jantar, a meio de mais uma fita para comer (é de fases, esta miúda), a sara lançou-me um olhar tão mas tão gélido que eu e o pai ficámos ambos chocados!

(olhar mau, mesmo. malévolo. não sei onde ela, com um ano e qualquer coisa, foi buscar aquilo, caneco...)

segunda-feira, julho 30, 2007

curtas


ao jantar, a sara numa das suas fitas, ouve-se o diogo (vindo do nada):

"sua chorona!!"

(continuo sem net em casa...vamos ver quanto tempo vou depois demorar para actualizar a leitura dos blogues!)

terça-feira, julho 24, 2007

continuo sem net...


mas não se livram de mim!! :)

(a entrada do diogo no pré-escolar, o nosso fim de semana a dois, o crescimento da sara, a preparação mental para o desfralde do puto...tanto para relatar!!)

sexta-feira, julho 20, 2007

no news


bad news.

no internet!

(o clix calou-me o pio...)

segunda-feira, julho 16, 2007

pré-escolar


ainda me estou a tentar habituar ao conceito!

(quando já não estiver em choque logo aprofundo o assunto...)

sexta-feira, julho 13, 2007

prémios


a Ervilha foi contemplada com alguns (muito obrigada a todas).

era suposto galardoar também alguns vizinhos.

elejo, acima de todos, o Café da Manhã (o blog do meu irmão) que todos os dias me ensina um pouco mais e me faz reflectir sobre o que se passa neste nosso mundo.

quinta-feira, julho 12, 2007

foi há um mês

e eu não tenho palavras para o que sinto, vivo, sofro.

poderia dizer que foi o dia que mudou a minha vida para sempre, mas esse dia aconteceu há mais de um ano.

poderia dizer que foi o dia em que me esvaziei, mas o vazio foi tomando conta de mim aos poucos, dia a dia, ao longo do tempo.


hoje foi só mais um dia. mais um dia sem ele, sem a sua companhia. mais um dia do imenso vazio que tomou conta de mim a partir do momento em que ouvi pela primeira vez a palavra irreversível.

(e um dia vou ter que me encher de força para vos falar da imensa coragem daquele homem. meu pai. da sua coragem e da sua luta pela vida.)

(um dia. ainda não consigo.)

(que saudades, pai...)

quarta-feira, julho 11, 2007

3 anos de Ervilha


e o registo dos melhores e dos piores momentos da minha vida. sem qualquer dúvida.

(obrigada por TUDO!)

segunda-feira, julho 09, 2007

hoje, no banho do diogo, novos amigos:



e o que ele gozou?! :D

(a blogosfera é mesmo uma caixinha de surpresas...obrigada, Cool Mum!!)

domingo, julho 08, 2007

Festa de Final de Ano



Foi sábado à tarde. com a sara sem sesta (dormiu meia-hora no regresso da praia e não quis mais) e o diogo a dormir menos do que o habitual, previamos o pior cenário... mas portaram-se MUITO bem :) a sara dançou um folclore com a auxiliar, o diogo fez de pescador e dançou com uma coleguinha...Lindos, claro!! No final cantaram umas quantas músicas e eu deliciei-me a ver a Sara a fazer os gestos toda compenetrada.

No final ainda houve tempo para os pais fazerem um jogo no exterior e conviverem entre si enquanto os miúdos brincavam mais um bocado (e nós sempre de olho no diogo que não tirou os olhos - e as mãos - das mesas do lanche!).

Gostámos MUITO (e reforçámos, uma vez mais, a certeza de termos escolhido um bom colégio com uma óptima equipa).

:D

(para a semana reunião individual de final de ano com as duas educadoras que os acompanharam).

quinta-feira, julho 05, 2007

dele e dela

ele - está numa daquelas fases em que rezamos a todos os santinhos para que seja mesmo só uma fase (faz asneiras a torto e a direito, não quer obedecer, faz-nos gritar, na escola porta-se mal...parvinho de todo!)

ela - tem chiliques a torto e a direito. basta contraria-la!

tudo normal, portanto! :p

terça-feira, julho 03, 2007

à procura de respostas




(3 semanas)

domingo, julho 01, 2007

mimos




(a minha força)

sexta-feira, junho 29, 2007

could be worse...


56%How Addicted to Blogging Are You?

Mingle2 - Online Dating

consultas: ele dos 2 anos (propositadamente tarde), ela dos 15 meses

resultado: tudo nos trinques! a Dra. ficou impressionada com a quantidade de vocabulário do diogo e com o facto de a sara já juntar duas palavrinhas de vez em quando (qu'é leite, 'tá aqui, etc.). quer o desenvolvimento motor quer o da linguagem estão óptimos.

quanto a medidas, a surpresa do dia: o diogo passou de um percentil pouco acima do 25 para um pouco abaixo do 75 (quer no peso quer no comprimento)!! a sara também aumentou no comprimento (quase no 75) mas mantém-se pouco acima do 25 no peso (uma modelo, portanto!).

tudo ok, continuar com a indução do leite ao diogo (que vai lenta para não assustar o organismo), manter a vigilância por causa dos acidentes domésticos e tentar não os deixar juntos sózinhos (yeah, right).

saímos de lá muito contentes :)

presenças

hoje, pela primeira vez desde que morreu, sonhei com o meu pai.

(foi um sonho do mais estranho que há. foi um sonho muito agitado. mas estive com ele.)

as voltas da vida

se há uns anos atrás me dissessem que, num dia de concerto de metallica, eu ia andar a passear pelas festas da terrinha em vez de estar a curtir no dito cujo...

eu ia ficar verde de tanto rir!

não fui porque: 1. o preço é escandaloso e as minhas responsabilidades actuais são um "nadinha" maiores que há uns anos; 2. há que rentabilizar as babysitters que qualquer dia nos fazem o manguito!

(e ai de quem venha para aqui dizer que foi muita louco e tal e coiso...!!)

quinta-feira, junho 28, 2007

tótó - I

já telefonei ao senhor. pois que nos queria impingir o arranjo num amigo qualquer. pois que lhe dissemos que arranjo só na Ford. pois que parece que amanhã vamos fazer a participação ao seguro dele.

pois que só acredito quando tiver o homem à minha frente...

hoje


massagem ao corpo durante 1 hora. oferta de uma grande amiga.

(healing the body)

tótó!

pela 1ª vez bateram-me no carro estando eu sózinha (com os putos mas sem o gajo, i mean). numa rotunda, um autocarro parou a meio e eu fiquei entalada; bastou ao motorista deixar descair o bicho e eu levei uma panada de lado.

burra, ingénua e nervosinha como sou, aceitei um cartão para lhe telefonar mais tarde não ficando com mais dados nenhuns...

esta tarde vou ver os danos com o chefe cá de casa (que não são muitos, felizmente), vou levar nas orelhas e vou saber se realmente estava a lidar com gente séria.

(autoflagelação em curso...)

quarta-feira, junho 27, 2007

pimenta na (nossa) língua!

no carro:

"epá, caraças!"

"diogo, isso não se diz. é muito feio!"

"epá...me'da!"

(Mega GLUP!)

terça-feira, junho 26, 2007

do amor

com o trabalho, com a corrida da vida, vou preenchendo o vazio forçando-me a não pensar.

quando penso é nele em vida. raramente me foge o pensamento para os últimos 5 meses, o que não deixa de ser muito curioso pelo que me marcaram.

pouco tenho chorado porque, simplesmente, não consigo pensar no meu pai fora da minha vida. sendo que, infelizmente, já me havia habituado (resignado?) à sua ausência física por causa do internamento, mantenho-o presente diariamente no meu pensamento.

o meu pai está vivo. em mim.

(duas semanas)


cerejas

por cá também as devoramos...

domingo, junho 24, 2007

healing (with friends) - I



porque há amigos que nos surgem na vida por acaso, conquistam-nos e, por pura amizade, ficam ao nosso lado no momento mais difícil da nossa vida.

obrigada. por este dia e por TUDO!

(a foto é dela.)


healing (with friends)



porque há amizades que nem a distância belisca...

(obrigada, amiga. acredita que estiveste sempre comigo.)

sábado, junho 23, 2007

para o meu pai





(que não chegou a ouvir as cantorias do seu D. Diogo)

quarta-feira, junho 20, 2007

interrogações (tantas)


para amenizar a tristeza chora-se,

para amenizar a saudade recorda-se.

e com a revolta, o que se faz?

terça-feira, junho 19, 2007

hurting

chego a casa, da missa do 7º dia, completamente de rastos.

abro a porta e, de repente, tenho um puto a correr na minha direcção aos gritos: "mãee, mãeee, mãeeeee", com um sorriso impagável na cara.

por um momento, agarrada a ele, senti que ia perder as forças. mas forcei-me, olhei-o nos olhos e dei-lhe o meu maior sorriso...

"tiveste saudades minhas?"

"xiiiim!!!"

(saudade)

healing

ontem à noite chorei.

chorei, chorei, chorei, chorei.

chorei de revolta, de amor, de saudade, de dor.

chorei tanto que, tal e qual um bebé, mais de uma hora depois de ter parado de chorar ainda soluçava.

chorei e falei de tudo o que me vai na alma. da injustiça, da dor, da força do meu pai, da sua luta, do amor imenso pelos netos, do seu D. Diogo, do hospital, da saudade que agonia...

chorei e aninhei-me nos braços que me aquecem.

ainda não aceitei. ainda não aceito. a verdade é que não quero aceitar.

mas hoje, apesar da tristeza e da dor e da saudade...hoje acordei menos desesperada.

(uma semana)

domingo, junho 17, 2007

porquê?


sábado, junho 16, 2007

gratidão

são poucas as palavras que tenho para vos expressar a minha gratidão. o conforto que recebi com os mails que me chegaram de todos os lados não tem descrição. aos poucos estou a tentar responder-vos a todos.

obrigada (uma vez mais).

sexta-feira, junho 15, 2007

(vazio)

não consigo escrever nada...

nunca me senti tão triste e tão perdida na vida.


quinta-feira, junho 14, 2007

julgava-me agnóstica,


descobri-me ateia.

(e não sei lidar com este vazio)

quarta-feira, junho 13, 2007

adeus, pai


"na verdade ninguém morre quando continua a ser amado..."



segunda-feira, junho 11, 2007

manos

também já nos perguntaram uma vez se o diogo e a sara são gémeos...acho que foi a primeira de muitas (até porque para o ano é que deverão aproximar-me mais no tamanho)!

o meu puto,


de cabelo cortado, calção e sandália, começou hoje a ir à praia com a escola...

estou mortinha por saber como correu :))

domingo, junho 10, 2007

aperto

apesar de tudo o que de bom tem surgido na minha vida, o que de mau há nela afoga-me num mar de tristeza.


quinta-feira, junho 07, 2007

plasticina

a nossa primeira experiência caseira - a 3, sem o pai em casa* - deve ter durado uns 5/10m, no máximo...

*foi quase tão bem pensado como o começar a deitá-los no mesmo quarto na semana em que recomecei a trabalhar! :p

alergias

não registei aqui, talvez por superstição, mas há uma semana que andamos, MUITO calmamente, a integrar o leite normal na dieta do diogo!!

pois é: as análises deram resultado negativo e agora andamos, muito devagarinho, a ver no que dá. começámos por, durante a última semana, juntar cerca de 20 mls de leite normal ao de soja e o único resultado visível foi um cocó muito mole (penso que será normal já que o corpo não estava preparado). borbulhas, nem vê-las e acho que o cocó tem vindo a normalizar! agora vou começar a juntar mais leite e já lhe vou dando uma ou outra coisinha "normal": bolachas, um bocadinho de um bolo qualquer (pobre rapaz para quem os bolos são só palmiéres!!), etc.

portanto, é isto: com sorte as alergias alimentares saem desta casa aos 2 anos e 2 meses! :))

quarta-feira, junho 06, 2007

conversas dele:

- a querer brincar com a duna (cadela):

"anda p'á saua, duna. vá, tu consegues!!"

- a imitar as educadoras na escola (presumo):

"mãe, faz t'iste*! diogo tá xangado, mãe não mexe nas coisas do pai casa de banho!!" (?)

*mãe, finge que estás triste

- porque uma vez lhe dei um doce depois de irmos às análises e lhe disse que era porque se tinha portado bem:

"mãe, diogo porta bem, dá doce!"

(e há muito, muito mais que não registo porque não me lembro ou porque aqui perde toda a graça)

terça-feira, junho 05, 2007

mais das noites

apesar de já me ter apetecido algumas vezes, ainda não desistimos de deitar os miúdos no mesmo quarto.

hoje repetimos o ritual: adormecer primeiro a sara e só depois deitar o diogo.

nes preciso momento estão os dois acordados, a brincar um com o outro com sons e gargalhadas!!

já lá fui uma vez e voltaram ao mesmo. acho que vou esperar a ver no que dá!

(agora a brincadeira é a ver quem tosse mais...estou tramada, começou!)

adenda: acho que adormeceram agora/22h40 (depois de dois biberões de leite e muitos ralhetes e embalanços)...e eu quero os meus serões, a começar às 20h30, de volta!!!

recebi um mail

" você esta sendo
traido não tive a coragem de te contar
pessoalmente mas como imagens falam mas
que mil palavras resolvie te enviar
essas fotos como prova do que esta acontecendo....
Meu conselho e que olhe as fotos...:::.."

acho que hoje há zaragata nesta casa! :p

muito bom sinal

durante o dia não dou pelas horas passarem.

(ontem tive que vir bem mais tarde, impossível ir buscar os miúdos. combinei com a escola e com os avós eles virem de transporte escolar. correu tudo bem e eu, quando cheguei a casa, tinha o jantar, sopa e mais duas refeições prontinhos!)

domingo, junho 03, 2007

novas experiências

hoje senti na pele o que deve ser ser mãe de um filho só. fui com o diogo para lisboa de transportes (barco e autocarro) e voltámos para casa da mesma forma (mas em vez do autocarro o metro). ele ficou fascinado com os transportes, com o movimento e eu fiquei fascinada com a facilidade e gozo de estar apenas com uma criança.

sendo que fiquei grávida da sara 2 meses após o nascimento do diogo, só fui verdadeiramente mãe de filho único por apenas 2 meses.

vou querer repetir...ora com um ora com o outro :)

(o diogo foi ver o espectáculo da 'eopodina com a tia céu e a prima rita. acredito que tenha adorado mas ainda não lhe consegui sacar grande coisa!)

sexta-feira, junho 01, 2007

mas apesar de tudo...

tenho saudades de me sentir feliz.

tenho saudades da simplicidade da vida (do que ela era há uns tempos atrás).

tenho saudades...

(já tantas)

:(

e obrigada


por toda a força que recebi via blogue, via mail, via sms.

um abraço sorridente a todos!!

1º dia de trabalho - I

Foi MUITO bom :D

(muito, muito, muito a aprender...este cerebrozinho já não tinha tanta actividade assim há séculos!)

1º dia de trabalho

e só me ocorre dizer uma coisa:

obrigada, marta!

(pela tua amizade, pela tua confiança - muito maior que a minha - nas minhas capacidades profissionais, por tudo!)

(ah..e a noite correu MUITO bem!)

quinta-feira, maio 31, 2007

não deixa de ser irónico

vou deixar de ser mãe a tempo inteiro no dia da criança!

(e estou bem e com vontade de começar. e desejosa que os primeiros dias passem depressa :p)

(e eternamente agradecida à minha irmã que vai comigo amanhã para eu não stressar com o trânsito.)

(logo stresso na 2ª feira...)

das noites

ontem deitámo-nos sem incidentes mas à 1h40 estava tudo acordado: eles os dois aos berros, eu e o pai a tentar perceber como resolviamos a questão. resultado: pai com o diogo no quarto deles a dar-lhe leite*, eu com a sara no nosso quarto a dar-lhe leite. depois de o pai regressar ao nosso quarto ainda esperei uns 10/15m depois dela acabar o leite e só depois a deitei. tudo em paz, voltámos a dormir.

hoje a alvorada da sara foi às 6h30 da manhã (está a aprender com os teus, alda) e a do diogo quase que era à mesma hora. amanhã tenho que a ir buscar logo a correr que ela acorda com a pica toda!!

esta noite correu tudo melhor e depois de deitar o diogo ele não se voltou a manifestar (deve ter ajudado o facto de o ter deitado mais tarde que ontem).

a ver vamos como corre o resto da noite!

*o diogo deixou de beber o leite da noite há mais de 1 ano mas há cerca de umas 3 semanas voltou a pedi-lo só adormecendo depois de o beber. ontem bebeu antes de dormir e também à 1h40 e eu não acho normal. hoje já deixei recado na escola para não lhe darem bolachas de tarde porque anda a jantar pouquíssimo. pode ser que isso ajude a resolver a questão (é que, por causa das bebedeiras de leite, voltámos a ter fraldas para mudar a meio da noite! já agora: as fraldas do pingo doce são, sem dúvida, as grandes vencedoras nesta casa! e MUITO mais baratas!!)

quarta-feira, maio 30, 2007

maio 06

fez este mês um ano que passei a fase mais desgastante e cansativa, até ao momento, da minha vida como mãe. e é só ao ler como pequeníssimas conquistas me deixavam tonta de felicidade que compreendo a verdadeira dimensão daquilo que vivemos. a sara foi um bebé dificílimo, e só quem teve bebés dificílimos pode compreender o que escrevo, e naquela altura mal podia imaginar a menininha em que se iria transformar (lembro-me que um dos meus maiores medos é que ela ficasse assim para sempre e que ninguém a conseguisse aturar). ainda hoje, nos nossos finais de tarde a três, me lembro das nossas tarde infernais em que mais do que uma vez acabámos os três a chorar. e olho para eles, a brincarem entretidos, e percebo que tudo valeu a pena, que era algo por que tinhamos que passar.

e sinto-me feliz e realizada. e sinto que estes 2 anos e tal foram os mais importantes da minha vida.


um, dois, três experiência - I

chiça...depois de muitos pedidos que não fizesse barulho, que a mana estava a dormir, etc, etc:

"mãããããeeeee"

lá vou a correr "schiuuuu, está calado!!"

"a mãe tá aqui"

"sim, filho, a mãe está aqui mas não faças barulho...vá dorme"

entretanto começa ela a fazer barulho e a mexer-se muito. e eu stressadíssima.

lá estive, primeiro a fazer-lhe festas, depois só de sentinela. saí do quarto há uns minutos, ainda não sei se resultou.

(e não sei mesmo se valerá a pena todo este stress de ter que ir a correr na esperança de que um não acorde o outro!)

corre corre

aposto com quem quiser que quando começar a trabalhar vou andar mais descansada do que nos últimos tempos...


um, dois, três experiência

esta noite vamos experimentar deitá-los no mesmo quarto. primeiro deitamos a sara, esperamos um bocado e depois, tratadas as rotinas do diogo no nosso quarto, deitamo-lo a ele e rezamos aos deuses em quem não acreditamos para não termos que andar a arcar com camas a meio da noite...

é favor torcer para que dê certo!

segunda-feira, maio 28, 2007

papéis assinados!

finalmente posso dizê-lo à boca cheia: (re)começo a trabalhar na próxima 6ª feira, dia 1, exactamente 2 anos e 5 meses após o meu último dia de trabalho.

ora, 2 anos e 5 meses é MUITO tempo. e eu nunca fiz o papel de mãe-trabalhadora. já fui trabalhadora e já fui mãe mas as duas coisas ao mesmo tempo não. e acho que esse vai ser o maior ajuste a fazer: definir horários, cumprir os tempos da manhã, não esperar que sejam os miúdos a acordar sózinhos, ter horas certas para chegarem à escola, não poder ficar a fazer conversa, estar sempre de olho no relógio, não poder marcar consultas sem olhar primeiro para a agenda, organizar as tarefas domésticas de um modo diferente, enfim: um mundo completamente diferente!

quanto ao trabalho, não me sinto insegura (pelo menos para já). e isto é uma estreia! quem me conhece mesmo, mesmo bem (poucas pessoas, i must say), sabe das minhas inseguranças e receios, sabe que sempre me custaram muito as mudanças. mas basta olhar para trás, lembrar-me dos primeiros dias com o diogo em casa, e pensar que não pode ser assim tão difícil. ainda para mais porque me parece que o ambiente de trabalho é bom, porque gostei de conhecer a minha futura colega, porque é uma área que me interessa muito.

sei que vou ter que trabalhar muito, sei que vou ter que aprender imenso e sei que não vai ser pêra fácil (é uma área nova para mim, com uma problemática muito específica e com dinâmicas muito próprias das quais eu não sei praticamente nada). mas sei também que é uma oportunidade para mostrar o que valho e para regressar ao mundo do trabalho. e para desanuviar. e para ir buscar lá atrás a inês que entretanto se foi perdendo.

dediquei cerca de 2 anos e meio em exclusivo aos meus filhos. eles estão na escola, bem integrados e felizes. terminou um ciclo e inicia-se outro. está na altura de descobrir agora o meu lugar.

domingo, maio 27, 2007

boas notícias - IV

há MUITO boas notícias que valem por todas as outras :)

sábado, maio 26, 2007

boas notícias - III


toca a trocar os romances pelos livros técnicos...

boas notícias - II


espero que os meus neurónios não me deixem ficar mal...

boas notícias - I


a minha filha está-me a ajudar a habituar-me a levantar mais cedo...

(hoje: 06h40m)

sexta-feira, maio 25, 2007

hoje não estou aqui


estou aí, convosco. contigo.

segunda-feira, maio 21, 2007

no carro, ela chora:

"não chora, mana. o iobo tá aqui".

"o iobo tá aqui, mana".

(estamos a perder o nosso 'iobo...já começa a dizer tão bem diogo...)

viva a EMLA!

o diogo foi hoje fazer análises por causa da alergia.

portou-se que nem um valentão e não verteu uma lágrima.

os pensos EMLA terão a minha gratidão para o resto da vida!

serviço público - os pensos EMLA são comprados na farmácia e colocados nos braços da criança cerca de 1h/1h30 antes da análise de modo a que aquela zona fique anestesiada. o diogo foi picado enquanto olhava para a televisão e só se queixou do garrote, absolutamente mais nada.

"esta vida é mesmo uma merda"

têm-me dito isto um sem número de vezes quando converso com amigos sobre o pesadelo que vivemos. e eu cada vez concordo menos. porque a vida não é uma merda. a vida tem momentos terríveis que nunca deveriam ser experienciados mas não é uma merda.

a vida é o que fazemos dela. ou melhor, e cada vez acredito mais nisto, a vida é o espírito com que a vivemos por mais lambadas que levemos.

e eu quero deixar aqui escrito, neste preciso momento, que a vida é para ser vivida do modo que nos fizer mais feliz. quero dizer que a vida não é para ser desperdiçada em lamentos e auto-comiserações, que a vida é o bem mais precioso que temos.

esta nossa vida é só uma. rodeemo-nos de quem nos ama, de quem nos quer bem e vivamo-la como ela merece ser vivida.

domingo, maio 20, 2007

07h15 (sábado) e 06h50 (domingo)

eu quero um fim de semana novinho em folha para dormir até às...08h30! será pedir muito?!

sexta-feira, maio 18, 2007

balanço (balança)

o ano passado por esta altura, às turras com a roupa que teimava em não se deixar vestir, perguntava aos meus botões se este ano já me serviria.

no inverno fui emagrecendo com ajuda da amamentação mas sem grandes preocupações. a roupa quente servia-me e isso é que importava.

entretanto a balança foi descendo nos dígitos à proporção das minhas visitas ao hospital. pela primeira vez na minha vida perdi o apetite e passei a comer apenas em função na necessidade de me ir mantendo alimentada. pela primeira vez na minha vida comi, durante semanas, sem qualquer prazer. pela primeira vez na minha vida forcei-me, literalmente, a comer.

os comentários foram chegando. uns preocupados, outros distraídos. despreocupei os primeiros uma vez que a balança está mais ou menos onde, segundo os médicos, deveria estar e não me dei ao trabalho de me explicar aos segundos.

por estes dias já como melhor. não com o prazer de há uns meses atrás mas já consigo meter cá para dentro mais do que umas gramas de qualquer coisa. a falta de apetite acabou, a tristeza é que não.

uma amiga, sábia nestas coisas, disse não invejar a minha magreza. e ela tem razão. magreza por tristeza não deve ser invejada.

o calor chegou e a roupa não me serve. cai-me por todos os lados.

quinta-feira, maio 17, 2007

será que me devo preocupar?


o meu filho diz que viu coelhos no oceanário...

da escrita e do blogue

tenho tanto mas tanto sobre o que escrever e tão pouca capacidade para o fazer...

acho que a minha cabeça entrou em greve :|

as cores do fim de semana




(soube mesmo bem...)

quarta-feira, maio 16, 2007

14 meses

estás demais :) continuas a gostar de uma boa birra (que passa depressa, felizmente) mas, aos poucos, vais-te revelando uma óptima companhia.

por estes dias começaste a comer melhor os sólidos e no andar já estás um ás. à noite continuas a querer, pelo menos, um biberão de leite mas voltas a dormir sem grandes ginásticas (adormeces sempre ao colo mas sem muitas demoras).

ris-te com as tontarias do mano e fartam-se de gritar os dois juntos. zangam-se muito mas nada de preocupante (tirando o dia em que o encontrei a morder-te ou aquele outro em que lhe deste tu uma dentada no queixo, claro).

já dizes uns esboços de palavras e na creche acreditam que vais ser de fala fácil como o diogo. a tua adptação foi bem mais rápida que a dele (em 4 dias tudo se acertou) e não páras de me surpreender.

estás barriguda e já cheia de tiques de menina. continuas com um olhar que desarma qualquer um.

és, sem dúvida nenhuma, a nossa princezinha.



segunda-feira, maio 14, 2007

sexta-feira, maio 11, 2007

o meu filho

canta "o balão do joão" de uma enfiada e eu derreto-me a ouvi-lo!

("não 'anta, mãe!! iobo 'anta xózinho!")

(e o beicinho que faz quando não sabe uma música inteira? vou ter que aprender com a educadora a canção do "bom dia" - que cantam quando vão comer o lanche da manhã - porque o rapaz anda muito triste "iobo num xabi, mãe"...)

eu vou, eu vou...

passar o fim de semana fora, eu vou!

(SEM PUTOS!!!)

quinta-feira, maio 10, 2007

grande azar...

a sara comeu duas sopas de pacote a vida inteira. o diogo não comeu nenhuma. era apenas uma pequena cedência.




hoje não há sopas de pacote no supermecado.

(tchau, vou para a cozinha!)

e hoje

saem duas sopas de pacote para a mesa do canto!!

(coisa rara, juro :p mas a dor de cabeça não passou. e eu cheguei há pouco. e não estou com pachorra. pelo menos lembrei-me de tomar o drunfozito.)

é no que dá uma gravidez - uma amamentação - uma gravidez - uma amamentação seguidas:

ontem tive uma dor de cabeça monstra e que me massacrou o dia inteiro e só às 17h 30, quando fui buscar os miúdos e me questionava sobre como os iria aturar, é que me lembrei que podia ter tomado uma porra qualquer bem forte!

(dois anos e meio sem fármacos é no que dá...)

Informação mensal do colégio - Abril 2007

Diogo: "(...)A sua aventura na salinha nova está a correr lindamente. completamente à vontade tanto nas acções como na socialização, está perfeitamente adaptado. As rotinas foram alteradas mas nem isso lhe faz diferença.(...)"

Sara: "(...)A sara neste mês fez a sua adaptação à nova sala e aos novos amigos e esteve muito bem quer com as crianças quer com os adultos. Inicialmente, no que diz respeito às refeições, rejeitava os alimentos devido à sua mudança de rotina mas depressa se adaptou ao novo ritmo. no que diz respeito ao seu desenvolvimento motor, começou já a dar alguns passinhos sózinha o que depressa lhe possibilitará andar sem qualquer apoio e de forma autónoma. Dorme muito bem, apesar de acordar cedo, querendo a atenção do adulto para brincar. Na sala explora os materiais e o espaço com curiosidade apesar de se ter tornado, ela própria, na curiosidade dos seus amigos que a tratam como se fosse o "bebé" deles, ajudando-a no que acham certo, como por exemplo pôr a fita na cabeça, chamá-la para sentar-se no tapete, etc."

quarta-feira, maio 09, 2007

às mães de 2 filhos pequenos, com pouca diferença de idades, a dormir no mesmo quarto:

expliquem-me lá como é que fazem isso, poramordedeusoudealgumsantinhoqueadorem!!!

nós já tentámos várias vezes, sempre com o mesmo resultado: um acorda, o outro acorda com os berros do primeiro, acordamos todos, há berros para aqui e para ali, não os conseguimos adormecer no mesmo quarto, acabamos sempre com um a dormir no nosso quarto outra vez. isto tudo pelas 4 da manhã ou coisa do género, claro...

(a sara continua a dormir no nosso quarto e nós estamos fartinhos...queremos o quarto de volta!!)

PS - ainda bem que as respostas vão de encontro ao nosso maior dilema porque me esqueci de referir que o nosso grande problema é na hora de os deitar (eles dormem mais ou menos à mesma hora, com rotinas MUITO diferentes para já). a sugestão da alda já tinha sido equacionada, sabendo que funciona acho que vamos experimentar. mais dicas, please!

sou mãe resmunguenta, sim!

às vezes tenho um certo receio que os meus amigos não compreendam os meus desabafos e pequenas explosões relativos à maternidade. às vezes, depois de os deixar, fico a matutar no que pensarão sobre esta mãe que se farta de resmungar. às vezes olho para as minhas amigas com filhos pequenos e não percebo como é possível não resmungarem também...

para aqueles de vocês que me estão sempre a ouvir resmungar e a pedir uns dias de férias de putos e a invejar aquela noitada ou a saída de fim de semana, a resposta está aqui.

(ah...e só não vou já ao 3º porque não posso :p)

terça-feira, maio 08, 2007

estamos tramados


para além do meu "atropelamento", juntemos-lhe uma miúda que teve febre de tarde e um puto de caganeira...está giro, isto.

pobre miúda...

há pouco, com um brufen no bucho e duas horas de sofá, resolvi ir à rua comprar pão para o jantar.

mal saí à rua e assim que aquele bafo quente me tocou só consegui pensar: mandei a pobre da miúda para a escola de manga comprida!

(e o sorriso ao lembrar o diogo, de mangas curtas, a puxá-las para lhe chegarem ao fim dos braços...)

sinto que fui atropelada

ontem, ao regressar do hospital, cheguei a casa com o corpo todo dorido. doiam-me os rins, doiam-me as pernas, doiam-me os ossos. pensei que fosse da visita mensal (que cá em casa não é mensal, aliás a visita não aparecia por cá há uns 4 aninhos, segundo as minhas contas) e lá tomei um brufen que me deixou melhor.

à noite voltam as dores. passo o tempo entre frio e calor e praguejo contra a miúda que não está com a visita mensal mas que alguma coisa terá já que acordou 3 vezes entre a 1h e as 3h e picos da manhã. desta última vez as minhas dores eram tantas que pedi o termómetro ao pai-vagem: 38,5º, enquanto dava o biberão à cachopa. consegui adormecê-la pelas 4h e finalmente dormimos qualquer coisa.

antes da 8h acordo com o pai-vagem a chamar-me para ir trata do puto. ele sai e eu fico a mudar fraldas e roupa. de repente dá-me um abalo tão grande (calor, indisposição, eu sei lá) que tiro o puto do mudador de fraldas e camisa de pijama, digo-lhe para brincar com qualquer coisa e corro para a casa de banho onde me refresco e coloco a cabeça entre as pernas. quando a coisa acalma acabo de vestir o puto na sala (para poder estar sentada enquanto o faço), vou buscar 3 bolachas e deito-me um pouco enquanto ele vê os desenhos animados.

vou acordar a piolhita, encho-me de coragem e levo-os para a escola. o diogo, para ajudar à festa, faz uma birra daquelas bem porreiras. ainda passo na porra do supermercado e rumo a casa.

estou cheia de dores no corpo e já tomei mais um brufen. estou sem febre (37,2º) mas continuo com os frios e calores.

não fui atropelada mas alguma se passa...

(vou vegetar em frente aos programas da manhã da tv. hmmm...um dvdzito, talvez seja melhor. o quarto dos putos, que era suposto levar uma volta hoje, vai ter que esperar.)

segunda-feira, maio 07, 2007

perguntinha ao s. pedro:

será desta que podemos trocar a roupa de inverno pela de verão?!

queixinhas pé de salsa

ontem, estava eu na cozinha e eles algures a brincar, oiço um choro de dor vindo de parte incerta. procuro e encontro-os junto à porta da casa de banho, percebendo de imediato que o diogo, de alguma forma, tinha entalado um dedo na zona das dobradiças da porta:

"diogo, o que foi?"

resposta rápida, chorosa mas muito acusadora:

"foi a mana!!!"

sábado, maio 05, 2007

"munto bem, mãe!"

(ontem e hoje na cozinha, a mexer na cesta - que não é cesta - da fruta):

"qu'é isto, mãe?"

"é uma pêra, diogo"

"munto bem, mãe!"

"qu'é isto, mãe?"

"um limão, diogo"

"munto bem, mãe!"

"qu'é isto, mãe?"

"uma nêspera, diogo"

"munto bem, mãe!"

"qu'é isto, mãe?"

"é uma laranja, diogo"

"munto bem, mãe!"

(já perceberam, não já? podemos ficar nisto o tempo todo que demora a fazer um jantar! e a verdade é que não consigo deixar de sorrir a cada "munto bem, mãe", tanto porque é uma coisa nova como porque ele a diz de um modo delicioso!)

sexta-feira, maio 04, 2007

ai que vontade de as abrir já!



(apesar de já ser mãe há 2 anos, são as minhas primeiras prendas do dia da mãe, ok? tenho direito a estar nervosinha da silva!! ;p)

quinta-feira, maio 03, 2007

parabéns, minha linda!



foi com esta idade que a nossa sarinha começou a andar :)

quarta-feira, maio 02, 2007

25 meses

e estás um fala-barato. a linguagem é, sem dúvida, a esfera em que neste momento marcas mais pontos. fazes frases inteiras, sabes o significado de inúmeras palavras que não te ensinámos, todos os dias me espantas.

hoje chegaste ao carro e disseste: "falta o pai, mãe". falta? mas desde quando sabes o que quer dizer "falta"? no caminho para casa costumam haver dois únicos assuntos de conversa: os memés ("hoje não há memés, mãe! vamos p'ocu'á-los? os memés 'tão a papaí, mãe!") ou o avô ("avô tá ho'pital, mãe. avô tem dodói, num é mãe? e'ta casa não é avô, mãe. é paícida mas num é avô"). por vezes, quando a fome aperta, resvalamos também para tópicos mais saborosos ("diobo qué boacha, mãe! diobo qué pão!"). aliás, com a comida não há quaisquer problemas a não ser a porra das vacinas da alergia que ainda não fomos fazer e a mania com que andas de deitar a comida da boca para fora quando já não te apetece mais ("num qué mais!!", dizes afastando o prato com as duas mãos). continuas a beber o leite de manhã (quase sempre no mudador), tu a bebê-lo e eu a vestir-te, um verdadeiro trabalho de equipa. ainda não percebi muito bem quando é que devemos passar a dar-te um pequeno-almoço mais substâncial mas enfim, lá chegaremos. as manhãs são sempre animadas com os teus chamamentos e hoje, ainda na cama, fartámo-nos de rir porque chamavas o pai e dizias "abi a po'ta, pai!!". é nova, esta!

na escola estás óptimo e totalmente integrado na nova sala. tão integrado que já tive uma conversa com a coordenadora da creche por causa do próximo ano lectivo (mais tarde darei novidades). sinto que avançaste muito desde que passaste para o grupo dos 2 anos e todos os dias vens para casa com novidades!

adoras jogar à bola. adoras ajudar-me com a roupa (és tu, meu pequeno duende, quem me leva a roupa do cesto para a máquina todo inchado de orgulho). adoras os teus desenhos e eu adoro ver-te sentado no sofá absorvido com as imagens (é delicioso observar-te as expressões enquanto vais seguindo o enredos das histórias).

fartas-te de mandar vir com a mana e de lhe dar ordens ("num deita boneca pó chão, mana!" "dá cá, é diobo!"; "não, mana!") mas também já vão brincando juntos (o que eu me derreto com as tuas/vossas conversas quando estão sózinhos no quarto)...

és o meu pequeno princípe e eu sinto que um dia vais ser rei :)