segunda-feira, janeiro 19, 2009

há dias e dias

hoje acordei com uma neura daquelas que antevêem um dia a correr mal. despachei-me/nos tarde, fui tomar um café e pôr gasóleo no carro e saí daqui já quase na hora de estar numa reunião. faltei à reunião e fui directa ao meu serviço. e a neura sempre a dar sinal. ao final da manhã fiquei a saber que o joão aguardela morreu. eu não era fã dos sitiados, nunca me interessei nem pela música nem pelos membros da banda. mas aquilo tocou-me. e massacrou-me mais um pouco. puta de doença que não nos larga, que leva novos e velhos, amigos e desconhecidos, pais e filhos...

de tarde fui para o serviço de psiquiatria do HNSR. podia ter escolhido uma profissão menos violenta, de facto. quando olhamos uma pessoa e sabemos de antemão que nada vai resultar...é duro.

cheguei a casa, pus-me confortável, vim desabafar. e agora só preciso que o meu homem chegue e me dê um abraço. só um abraço.

22 comentários:

Alecrim disse...

Eu compreendo-te, Inês.

Mu disse...

Também não era fã mas também me fez impressão. Aceitas um abraço virtual?

ana disse...

Eu naõ sou o teu homem mas quero que te sintas abraçada .o meu gajo passou-se com a noticia ,ainda o chegou a conhecer .

InêsN disse...

obrigada *

Rita disse...

Também não era fã e fiquei perturbada. O número 39 não-me saía da cabeça... Puta de doença! Mais um abraço!

Mãe da Rita disse...

Eu não sabia, nao sou fã mas é a minha idade... até sábado. E não me atrasa ne madianta pensar que levo um avanço, tenho uma miúda pequena, pensamentos sobre outras possíbilidadese a noção clara de que o tapete debaixo dos pés pode fugir a qualquer momento. Um abraço para ti, mesmo sem ser aquele que querias...

Um pedaço de azul... um BloGui diferente disse...

Compreendo-te em quase todos os aspectos que focaste... mas, de facto, estas coisas tocam-nos muito mais de perto do que imaginamos...
O abraço aconchega. Anseio muitas vezes por um também... quentinho.
Beijocas e um melhor dia para amanhã ;-)

S disse...

outro abraço daqui. eu conheci-o (circunstancialmente) e diverti-me tanto nos concertos dele(s). é uma porra é.

Mãe da malta disse...

Abraço daqui de longe.

Anónimo disse...

A neura é geral, eu já sabia do Aguardela mas a morte, esta doença fez-me apertar o coração...tenho dias que só me apetece desaparecer!
MB mãe do Joaquim

Maçã disse...

Abraço, linda Inês. Gosto de ti.

Cindy disse...

Há dias assim... infelizmente, faz-nos pensar, pelos piores motivos!
Espero que hoje estejas melhor!

Um beijo!

inesn disse...

obrigada a todas!!

(hoje estou melhor)

outrosdias disse...

Também me arrepiei um bocadinho...
Abraço **

LP disse...

Com tantos abraços estás a precisar de respirar não? (beijo)

Maria disse...

Há dias que parece que tudo o que é menos bom nos aparece à frente...é uma treta.

O cancro é uma doença de merda que tb mora na minha família infelizmente...

Dias melhores virão e o pensamento positivo vai voltar!

Bjs

Costinhas disse...

com tanto abraço deixo-te um beijo.

TrêsGatosMiaus disse...

Abraço quentinho e bem forte

Beijocas grandes

Mae Frenética disse...

Pega la um abraço meu tb.

Q precisamos todos... :)

Beijos
Fren

Mother_24 disse...

Não querendo roubar o protagonismo ao home, mas enquanto ele não chegar toma lá um ombrinho :)


jocas

Mocas disse...

é uma roleta russa Inês, infelizmente muitas vezes à prova de abraços. temos que ir tentando libertar o espírito desse medo e/ou dessa revolta.

um bj Grande!

Maria-e-Mamã disse...

Esta doença arrepia mesmo...não encontrarem a cura definitiva pra ela,bolas!!!Beijinho de conforto...:)