quinta-feira, agosto 13, 2009

Ups and Downs

Ups - as filas para sair da praia ao meio-dia (deve querer dizer que o pessoal está a começar a ter consciência).

Downs - nessas mesmas filas, ao meio-dia, ter tempo para ver paizinhos extremosos a chegar à praia com crianças com menos de 1 ano de idade...

8 comentários:

Ana Rute Cavaco disse...

com menos de 1 ano ou com mais de 1ano é uma inconsciência na mesma. crianças na praia a essas horas...

Anónimo disse...

Tenho uma criança de 2 anos e como moro longe da praia(2horas) só por volta das 11h é que chego á praia e devido à distância passo lá o dia, no entanto todo o tempo que lá estou com a minha filha, ela está protegida e só no final da tarde é que vai ao mar.
Só para dizer que não critiquem no geral, porque existem pessoas com consciência mas devido a circunstâncias têm que ir nessas horas......

Nós disse...

estou contigo...
beijos
teresa

Sara disse...

Também vi e estive mesmo para gritar INCONSCIENTES da janela. Mas contive-me.

InêsN disse...

para o anónimo: será preferível não ir à praia com as crianças do que ir a essa hora...é perguntar a qualquer médico, especialista ou não (o guarda-sol não é protecção q.b.).

(ana rute, concordo a 100% mas os bebés de colo ainda me fazem mais impressão)

andreia disse...

Anónimo não tem mal nenhum, esta gente é que acha que sabe tudo e gosta de tentar rebaixar os outros!! Continue a ir com a menina à praia, pois faz-lhes muito bem!
Fiquem sabendo, que por falta de disponibilidade também não posso ir às horas recomendadas, e o pediatra do meu filho (sim o PEDIATRA!!!) autorizou-me a ir então a qualquer hora com ele com as seguintes recomendações:

- por 20/30 minutos (não mais que isso)
-sem tirar a roupa (ou só tirar a parte de baixo)
- com protector alto
- guarda sol
- nunca em dias seguidos

E é assim que faço! Com total tranquilidade. Aliás, o pediatra chegou a dizer-me que é preferível ir assim, do que ir antes das 10h ou depois das 17h e deixar os miudos horas expostas ao Sol. Porque há muita gente que acha que a só porque essas são as horas recomendadas podem estar à vontade, e chegam à praia, sem nada, espetam com os miudos na areia e lá ficam durante horas, sem qualquer tipo de preocupação só porque são as horas recomendadas, como se o Sol aí já não fizesse mal nenhum!

Realço ainda que faz-lhe (ao meu filho) muito bem pois ele tem problemas respiratórios e quando vai à praia o nariz dele parece uma torneira.

Por isso não devia criticar assim, só porque vê os pais entrarem na praia, já que não sabe em que circunstâncias vão, nem se vão para ficar ou o tempo que vão ficar.

É certo que o Sol faz mal, mas também não é preciso fazer um drama e fechar as crianças dentro do escuro. O Sol não se apanha só na praia. E as crianças que nascem em paises tropicais e nascem praticamente na praia?

Cada pai sabe o que está a fazer!
Ninguém tem nada que julgar!
A mim pouco me interessa ver entrar na praia pais com crianças a X horas, eles é que sabem. Dos meus filhos cuido eu, eles cuidam dos deles, e quem sou eu para julgar!

Por isso aqui fica a informação para si e para todos os "paizinhos extremosos" como eu, para que não fiquem com peso na consciência por causa destes comentários cheios de sabedoria de mães que acham que são as mais perfeitas.

Siga o seu instinto de mãe, e deixe as outras seguirem o delas.

Sara disse...

Desculpe Andreia, mas ir, como eu já vi, com uma criança num ovo para a praia às 14h é inconsciência! Se o calor é insuportável para nós, muitas vezes, imagine-se para as crianças! Que ainda por cima têm que estar vestidas para o sol não lhes fazer mal durante as horas de maior calor. Outros cenários que descreveu também são inconscientes, mas crianças na praia na horas de maior calor é mau. E se o pediatra do seu filho aconselha, mude de médico!

inesn disse...

cara andreia, não sei que bicho lhe picou para responder assim...

continuo a achar um erro tremendo levar crianças pequenas para a praia ao meio-dia e, porque sou coerente com o que escrevo, não levo os meus.

mas como diz, cada um faz o que quer com os seus...