sexta-feira, junho 18, 2010

169-365



o "Todos os Nomes" foi o 1º livro de Saramago que li e talvez por isso tenha ficado um dos meus preferidos até ao momento (ainda me faltam ler bastantes). hoje, no dia da sua morte, apenas uma palavra:

Obrigada!

(pela escrita, pelo génio, pelas tantas vezes em que as suas palavras me fizeram reflectir..)

10 comentários:

ESpeCiaLmente GaSPaS disse...

Perdeu-se muito hoje, mas ganhou-se muito com a sua existência.

Jonas disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Jonas disse...

Não o primeiro que li, dele, mas foi o meu preferido até agora :)

Sara CS disse...

Este foi o terceiro que li, do Saramago. Gostei muito!

Anónimo disse...

Menos um comunista arrogante no mundo.

Se fosse o meu avô a dizer as bobagens que ele dizia, seria chamado de velho gágá, mas como era o Saramago, já era um génio.

InêsN disse...

caro anónimo, acho que acabou de ganhar um rótulo para o futuro ;)

Helena Barreta disse...

O livro que sempre que o releio me emociono é o Levantado do Chão.

Lena disse...

O meu livro preferido de todos os tempos é o "Ensaio sobre a Cegueira".

Fez-me pensar muito... e toca-me bastante...

Mocas disse...

dos que li, a "história do cerco de lisboa" presente de aniversáriao da minha querida avó, ficou sempre a ser o meu preferido.

Mãe(q.b.) disse...

Adorava ler o ultimo livro dele, gosto de pessoas assim, que ao escreverem nos deixam a reflectir sobre nós mesmos e as nossas crenças!

jocas