segunda-feira, janeiro 28, 2008

regresso a Gabo


cruzei-me pela primeira vez com a obra de Gabriel Garcia Marquez por volta dos meus 16 anos; lembro-me de ter devorado o "Cem Anos de Solidão" num verão algarvio e não o ter mais deixado.

de GGM tenho uma colecção interessante de obras e não me lembro de nenhuma me desiludir.

este ano, com a minha resolução de ler mais, voltei a pegar em volumes antigos e estou neste momento a reler o "Horas Más" (ou "O veneno da madrugada" noutra versão que também cá tenho em casa) e mantenho o fascínio por locais e personagens, por enredos e palavras.

Gabo mantém-se um dos meus autores de eleição e faço conta de este ano me deliciar novamente com algumas das suas "pérolas".
Example

10 comentários:

MC disse...

:) também devorei os "cem anos" no verão dos meus 17/18 anos. Daí para frente li vários, uns comprados por mim, outros emprestados. gosto muito, muito dos livros dele.

a mãe dos miúdos disse...

é um dos meus escritores de eleição. acho que se o encontrasse na rua ia ficar gaga, com as pernas a tremer e depois fugia de vergonha. mas o Horas más é, provavelmente, o livro que menos gostei dele.

Ana disse...

de todos os que lhe li, guardo no coração o Viver para conta-la, onde pude perceber o porque de muitas coisas. Agora, eu, voltei à fase Allende...

xxx

A

Isabel disse...

também adoooro GGM... mesmo...
esse Horas Más nunca li... despertaste o bichinho...
bjs

flores disse...

Amor nos tempos de cólera, my favourite. :)

DoCeu disse...

Ai, quem me dera tempo e coragem para reler os "100 anos"... (e o "Memorial do convento", e "O nome da rosa")

Nucha disse...

Também um dos livros que li com 16 anos :) Acho que li mais livros nesse ano do que nos últimos 4 anos (é o que faz a maternidade...)

Margarida Atheling disse...

Fazes muito bem! :)

Eu tenho é muita dificuldade em reler os livros.
Por muito que me perca de amores por eles, nem mesmo esses consigo reler.

Bjs!

. disse...

Tb tenho a "coleccão" completa, incluindo contos infantis. O meu preferido é o mesmo que a Flores e a minha reacção se o visse seria a mesma que a Mãe dos Miúdos ou pior. Já uma vez comentei com ela que talvez da nossa essência se façam os fanáticos e os perseguidores de vedetas. Lol. De livros que não gostei, só um, o primeiro. A Revoada soa-me demais a invenção. Do outro lado da moeda, os livros/reportagem são verdadeiramente espectaculares. Um beijinho. Luz de Estrelas

Eva Lima disse...

Gabriel GM e Eça de Queirós são os únicos escritores de quem já li uma mesma obra 3 vezes (Cem anos de solidão e A cidade e as Serras). Fascinante.