quarta-feira, fevereiro 20, 2008

Cuba e Fidel


é exactamente isto que eu penso. e é por isso mesmo que sempre disse que não iria a Cuba enquanto aquele povo fosse "governado" por um ditador.

quem sabe um dia...

12 comentários:

JoaoN disse...

Este também está giro: http://pedroroloduarte.blogs.sapo.pt/28469.html

maedoskiduxos disse...

Concordo.

Rita disse...

Também já tinha lido e não podia concordar mais!!

nana disse...

nesse dia vamos as duas.

Anónimo disse...

Essa é boa! E eu a achar que havia por aqui um 'cheirinho' a intelectualóide de esquerda = comunisto em acção...

MC disse...

pois eu sempre achei que o que havia e há aqui é inteligência, sensibilidade e isenção de espírito. e é por isso que aqui venho há quatro anos, todos os dias.

também concordo com o que se disse lá no blog que likaste, confessando embora que adorava já lá ter ido …

Luisa disse...

Subscrevo!
Principalmente desde que conheci uma rapariga cubana que estava a fazer doutoramento em Espanha que, alem de ser constantemente controlada por uma outra cubana que pertencia ao "partido", mandava para casa coisas tão simples como esferográficas ou lâminas de barbear. Porque tudo falta em Cuba, desde leite e carne aos utensílios básicos do dia-a-dia.

Beijinhos

gralha disse...

Assino por baixo... sobretudo já tendo lá ido.

Mãe Frenética disse...

Pois eu tb estive lá há uns anos e a imagem q ele descreve é a q eu tenho presente...

E aquele pessoal q diz q "é aproveitar o Fidel ainda lá estar para ver Cuba"?

... enfim...

Estrelinha Simão disse...

já foi tarde...

beijinho

Dijambura disse...

Todos os ditadores fossem como Fidel! Estive em Cuba 2 vezes e garanto que a saúde e a educação são bem melhores que neste país Terceiro Mundista onde vivemos! A base da sociedade é garantida! E não estive em hoteis, estive com os cubanos na casa deles! Talvez um dia Cuba volte a ser o bordel de putas que já foi e aí talvez tenham maior interesse em visitar! Cuba vive um bloqueio económico e a sobrevive graças à sua revolução e o povo está com essa revolução!! E espero que Cuba não se transforme noutro país pobre e miserável da América Latina! Fidel deixou de ser presidente mas a revolução continuará!

ni disse...

bem, minha querida, permite-me discordar completamente... por muitos defeitos que Fidel tenha, a verdade é que os níveis de qualidade da Educação (toda, a artística também, inclusivé) e da Saúde, são dos melhores dos mundo; e são relatórios elaborados por insuspeitos países ocidentais que o provam ( vide Ann Bamford, australiana, por exemplo). Neste paizeco que é o nosso censura que também existe é ainda mais perigosa, pq subtil e velada, e, no entanto a nível desses indicadores fundamentais estamos longe, a anos-luz dos cubanos... talvez seja preferível um cubano educado, saudável e a andar de transporte público do que um português com a escola que temos, a saúde que temos, e um empréstimo a 10 anos, indexado à Euribor, que lhe permita andar de carro dito próprio, último modelo....
Não que não sejamos capazes de criticar Fidel (para mim, tem mais a ver com as questões de censura e de privação de liberdades fundamentais, assim como de expressão de certas minorias), mas, sinceramente, eu acho que ele tinha as prioridades bem definidas e que, senão fosse a sua teimosia, persistência e carisma à revolução Cubana teria acontecido a mesma coisa que aconteceu à dos cravos: perderia a força, facto bem mesurável por acontecimentos surreais deste país como o regresso de muitos dos "vampiros"...
enfim, esta conversa dá pano para mangas... querem vir cá almoçar para a continuarmos? (ou não...)
;o)

bjs, abraços e saudades