terça-feira, maio 19, 2009

consciência


aqui há umas semanas, em brincadeiras de fim de semana, o diogo magoou a sara que começou a sangrar abundantemente do nariz (já é um hábito e até já fizemos análises para despiste de qualquer situação anómala); lá percebi que não teria sido nada (totalmente) propositado e fui com a sara estancar o sangue. quando voltámos o diogo estava sentado numa cadeira...

"vês, mãe...já fui buscar a cadeira e estou de castigo!"

(a sara ainda lhe foi dar um beijo e disse-lhe que o desculpava mas o rapaz aguentou-se estoicamente até achar que o castigo era suficiente!)

15 comentários:

eu disse...

Tens mesmo um menino de OURO!
BJS

Charilas disse...

Coitadinho, pá!...

Eu sei, eu sei...percebi, que não foste tu que o metes-te de castigo...Mas acho mesmo louvável essa consciência...aos 4 anos.

Bjs

Alecrim disse...

Eu repito: é um menino de OURO!

Maçã disse...

Inês, eu gosto tanto do teu filho!

seastar* disse...

Ahahahahaha
Se alguma vez um dos meus fazia isso. Nunquinha. É sempre um castigo mete-los de castigo. Que amor!!!!
Beijinhos

Sónia disse...

Lindo Diogo!!

putchy disse...

Está bem ensinadinho ;)

A Putchy ainda não chega a tanto, mas com certeza encontrarão semelhanças com situações passadas:

http://putchybaby.blogspot.com/

Se gostarem divulguem.

Charilas disse...

Céus!...Eu e os traços...Queria dizer "meteste"...

mother_24 disse...

Este muido não existe lol

jocas

Teresa disse...

as crianças sao mesmo a melhor coisa do mundo! e quem diz o contrário nao sabe o que diz! e qdo as crianças sao os nossos filhos, essa grandeza toma proporções assustadoras.....
bjss

Rita Quintela disse...

snif...

Mãe piolha disse...

Um doce esse miúdo!!!!

Bjos
Rita e Manel

Jon disse...

Inês:
Raramente comento, mas acompanho diariamente o teu blog desde o início.
Desta vez, só para dizer que tens uns miúdos espectaculares fruto de um excelente trabalho vosso.
E quando no meio da traquinice típica e das brincadeiras de criança, se notam os VALORES que lhes têm incutido (e que muita gente não tem), dá gosto saber estas histórias.
Parabéns uma vez mais.
Beijinhos

Anónimo disse...

É mesmo o que refere o blogger anterior - a consciência não é de geração espontânea...
xxx
M/G (muito "babosa")

barbarayu disse...

Eh eh... demais!
Os meus nunca fariam isso, eh eh.

O André também sangra imenso do nariz...

beijos, grandes!