terça-feira, maio 05, 2009

a melhor de todas as prendas

uma moldura com uma foto minha com o meu pai...

obrigada, mano :)





(um dia eu deixo de chorar...)

16 comentários:

Filipa lex disse...

Este blogue está a ficar muito piegas...Está na hora de partir para outras leituras. Não se aguenta tanta lamechice!

Daisy disse...

Comigo fez ontem um ano...

sil disse...

Há prendas tão simples e tão fantásticas, não há?

Bjos e desabafa sempre connosco
Sil

DoCeu disse...

Prêtjinha,
acho q está na altura de pores este blog de acesso restrito!!! :-/

Graça disse...

Beijo grande em ti

***********

Cristina disse...

Vai ser difícil deixares de chorar. Desculpa a sinceridade mas é um vazio que te vai acompanhar a vida toda. E com o qual temos que aprender a lidar, a aceitar...

Bjos grandes

cristina

mother_24 disse...

:)
o mano é que sabe
jocas

Sara disse...

Há pouco tempo andava a navegar na net e descobri "a Ervilha" comecei a ler uns bocadinhos e quando dei por ela estava a ler todas as entradas (sim mesmo todas) e fiquei fascinada. Hoje, "A Ervilha" está nos meus favoritos e todos os dias o visito com tanta curiosidade. Admiro a vossa história de vida, as pequenas mas tão engraçadas frases dos pequeninos e estou a torcer para que o Diogo veja cumprido o seu desejo: uma sementinha na barriga da mãe.
E não concordo nada com o comentário a dizer que está piegas.
Beijinho

(Desculpe a invasão, mas não resisti)

Cláudia disse...

Já se passaram 8 anos desde a morte do meu avô e eu não consigo deixar de chorar!

Mãe piolha disse...

Chorar faz bem... lava a alma e o coração!!

Beijos grandes para ti e para os teus ervilhos

Rita

InêsN disse...

Filipa lex,

a porta de saída está à disposição, só lê quem quer...

obrigada por todos os outros comentários :)

ladybug disse...

11 anos passados e continuo a chorar pelo meu... :) Beijinho

Anónimo disse...

Assim é que se fala!
xxx
M/G

Charilas disse...

A dor vai, a saudade fica...às vezes relembramos com um sorriso no rosto, às vezes com umas lágrimas no olhar. Como uma vez me disseram: quem nos ama, nunca nos abandona, estará sempre connosco. E eu sinto a minha papoila sempre tão perto...

Beijo grande.

eu disse...

Há dores que parecem não ter fim.
Bjs gds

@n@ disse...

Como te entendo!
Mas um dia tens de chorar mesmo.
Bjs grandes