terça-feira, maio 23, 2006

o re-encontro pós-maternidade (post muito atrasado)

estive dois dias na maternidade. como já aqui referi, na 2ª noite cedi e chorei de saudades. tal como no ano anterior a única coisa em que pensava quando saí da maternidade era no meu filho.

com as hormonas a fazerem das suas subi no elevador para casa da minha mãe já lavada em lágrimas, antecipando o momento do re-encontro. quando cheguei tinha a minha mãe à porta. abracei-a e chorei. depois lembro-me de passar pelo meu irmão (acho que nem um beijo lhe dei..), de perguntar pelo diogo, de o ver, chorar mais e, finalmente, abraçá-lo. chorei muito enquanto o sentia junto a mim. nesse momento senti-me finalmente completa.

o diogo, cheio de sono, não teve grande reacção. olhava para mim e parecia não compreender o que se passava. penso que para ele foi como se nunca tivessemos estado separados.

14 comentários:

LP disse...

Ah, até que enfim paz de espírito para os posts atrasados - e valeu a pena esperar!

Lembro-me tão bem das saudades que senti do meu filho mais velho!

JoaoN disse...

Sim, deste! :-D

JoaoN disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Ana disse...

Pareceu que tiveste uma semana sem o ver.....as hormonas são tramadas.

Alda disse...

Custa-nos (tanto) mais a nós... reconheço essa dor da saudade...

Sandrinha disse...

"Penso que para ele foi como se nunca tivessemos estado separados"

Eu tenho a certeza que sim!

Beijinhos

Mãe piolha disse...

Senti-me na tua pele, vieram-me as lágrimas aos olhos...

Beijos
Rita e Manel

Xana disse...

A mim não me custou...

Lembro-me que quando a esperei no corredor no primeiro dia estava um bocadinho comovida, mas custar não custou. :)

Sophie disse...

A mim custaria.
Mas eles, nessa idade, nem dão conta.

me disse...

:)

Deve ser uma saudade imensa, um turbilhao de sentimentos...

Beijinhos

Carla Iglesias disse...

Deve ser dificil ficarmos separados de quem amamos. Sentiste de certeza um misto de emoções sem controle...saudades, tristeza, ausência.. tudo junto.
Na maternidade o papá não o pode levar?


Bjos
Carla

AnaBond disse...

tu não me digas estas coisas agora, tá?

Caterina disse...

Deve ter sido emoção a dobrar: a filhota que vemos pela 1ªvez e as saudades do mais velho. Mas é tão especial, que até chega a ser bom.

lila disse...

eu acho que me vai custar tanto. Na verdade, é o que mais me tem angustiado...