quinta-feira, maio 18, 2006

(suspiro)

ando tão cansada que não consigo escrever sobre coisas que gostava realmente que ficassem registadas. quero escrever sobre o meu re-encontro com o diogo "pós-maternidade", sobre o pós-parto, sobre a minha condição de mãe (24 horas por dia), sobre a amamentação, sobre tanta coisa...

a ver se nos próximos dias a lua me inspira! ;o)

14 comentários:

Raquel disse...

Tem paz..faz anotações para depois com calma daqui a uns tempos nos contares isso tudo!
(eu moro num bairro muito antigo, no Feijó, Almada)

Carla Dantas disse...

Virão dias melhores, de certeza. Mais calmos, mais relaxantes, com mais tempo para as tuas histórias.
Eu estarei por cá para as ler.
Bjs e coragem.

dia-a-dia disse...

Não é a Lua que inspira a Lua, minha amiga, são os seus satélites! Vais ver que é à fonte do teu cansaço que vais buscar a inspiração... Porque eles não se limitam a esgotar-nos, também nos preenchem, certo?

;)

Também eu estou ansiosa por ler essas tuas histórias! Mas uma fase de cada vez... Não vamos obrigar a Lua a passar de cheia a nova, sem passar pelo quarto minguante!

;)

Um grande beijinho.

Monica disse...

Vai com calma:)
São emoções e situações muito fortes ao mesmo tempo, take your time que nós não vamos a lado nenhum, estamos sempre aqui...
Beijoca!

Clara Sonhadora disse...

Eu cá deixo 1 beijo apenas, vim só para saber de vós, já não vinha há algum tempo...

carla disse...

Um beijão!!

Rute disse...

Um beijo cheio de carinho, de força e de amizade!

Rute e André

LP disse...

Nós esperamos...

Mais um beijo!

soniah disse...

Mãe vagem, leio este blog há já algum tempo, gosto muito do que escreve, acho que nunca deixei um comentário, mas esta situação tocou-me de perto, tenho dois filhos, com idades muito próximas também, sei o quanto é desgastante, mas também sei que são a melhor coisa do mundo.
A nossa calma transmite-se através dos “poros”, através do brilho dos nossos olhos, do tom da nossa voz, e eles absorvem-na quase por ondas sensitivas. Quando já tentámos tudo, estão alimentados, estão limpos, não têm cólicas, porque não recorrer a terapias alternativas, como a massagem aos bebés, para os ajudar a relaxar, para que eles possam aprender o auto-controlo. Na net há várias experiências relatadas neste sentido, há cursos. Embora eu ache que melhor que os cursos, onde a técnica é certamente apurada, o importante é mesmo o calor e o contacto da pele da(o) mãe(pai) com o bebé, por que não experimenta despi-la e com um óleo de massagem, ou mesmo com o creme habitual dela, massajá-la suave e prolongadamente, ao som de uma música relaxante, ou ao som da sua própria voz, com canções de embalar…não custa tentar! Certamente vai acalmar-se.

Sandrinha disse...

Nós não vamos a lado nenhum... aqui estamos à espera do teu tempo, das tuas noticias! Sem pressas...
beijinhos

Rita disse...

Força amiga! Amanha sera um dia melhor.
Estaremos cá ansiosas por ouvir, quando tu estiveres desejante de contar!
E que tal trazer a miuda até ao algarve para arejar um bocadinho? :)

Beijos

Rita disse...

ainda bem que está tudo um pouco melhor!
beijinhos grandes

muito colinho às vezes é necessário. quando a Bi era mt pequenina tb não coseguia deitá-la em lado nenhum que ela acordava logo e chorava... e depois era um eternidade para voltar a adormecer. até que desisti e passei a dormir com ela de tarde. é verdade que não arrumava nada, mas pelo menos descansava!

Marofa disse...

Nem sei como é que consegues ter tempo para respirares. Acho-te uma vencedora, porque se fosse comigo já estava internada, ou tinha fugido.
Força, esta fase inicial tão trabalhosa vai passar. Bjs

Carla disse...

Olá Linda Inês!

A Beatriz também teve uma fase assim (que entretanto voltou mas que já está a passar)! Dá todo o colinho necessario para que ambas possam descansar.
Eu adormecia muitas vezes com a Beatriz a dormir sobre o meu peito. Era a unica forma de ela dormir e eu tb!

Portanto, não penses em maus habitos. Pensa na traquilidade e na ternura que lhe transmites.

Outra coisa que ajudava (e ajuda) imenso é a musica! O CD da Leopoldina já esta mais q gasto... mas quando ela chora, basta po-lo a tocar ou eu começar a cantar que ela acalma.

Muitos beijinhos e muita calma!
Carla e Beatriz (7m e meio)
http://em-busca-da-ervilhinha.blogspot.com/