sexta-feira, fevereiro 24, 2006

falta muito..?!

eu até posso vir a ter saudades desta gravidez (??!!) mas neste momento do que sinto realmente falta é do meu corpo, da minha energia, de me sentir bem comigo mesma...

11 comentários:

Rute disse...

Calma Inês... já não falta quase nada para teres a Sara nos braço e a tua energia de volta!

Beijo grande,
Rute e André

nana disse...

ta quasi, quasi, mana - forca!!!!

xxxxxxx

Alda disse...

Calma, linda, está quase!!! É que depois, se fores como eu, ficas a morrer de saudades da barriga (eu tenho tantas e tive-a até há 10 dias!!!)!

nadiasm disse...

Da gravidez não sei (eu nunca tive), mas de ter trabalho só com um...

Ana disse...

Ainda hoje não sinto saudades nenhumas de estar grávida.
Beijocas e bom fim de semana

carrie disse...

por acaso ando na mesma, com a diferença de que não convém que ela nasça já...
adoro ter barriga grande, adoro senti-la dentro de mim, adoro estar grávida, mas as pernas que doem por nunca ter tido tanto peso em cima, umas dores q me deixam paralizada de quando em vez e o humor que ainda não voltou ao sítio dão cabo de mim...

quanto a ti, vais ver que daqui a pouco fazes-nos uma surpresa como a alda e escreves um post a dizer que a sara já nasceu! :)

Sophie disse...

Beijinhos.
:)

Costinhas disse...

Queres que te minta?!

(sem mentiras nenhumas: esta fase final é pesada, dorida, de humores sempre alterados e desgastante... mas as saudades depois aparecem... aposto contigo que aparecem!)

sonia disse...

ai ines compreendo-te tao bem.... aqui nao induzem a gravidez, so em casos extremos, antes das 42 semanas. o Lars nasceu dois dias antes do previsto, tudo natural. sem soros e porcarias. fiz a dilatacao sozinha em casa ate aos 6 centimetros, veio a parteira tocar e so entao pude ir para o hospital, foi a ferros, sem epidural, mas sem traumas.
com a Tessa chegaram as 40 semanas, as 41 e as 42. eu a desesperar e cheia de medo, parto induzido e muito mais violento, as contraccoes dizem que sao fortes e muito pouco espacadas. tinha de estar na maternidade as sete da manha, para minha sorte comecaram as contraccoes naturalmente na madrugada anterior a uma da manha. desta vez fomos sozinhos as cinco da manha para o hospital. chazinho e mais contraccoes, quando a parteira chegou, as sete tinha a dilatacao completa. mais uma vez um medo enorme de falhar e de ser a ferros, mas oito minutos de forca e la estava ela!
confesso que nunca gostei muito de estar gravida, gostava de os sentir, mas tudo a volta como o nao poder dormir de barriga para baixo, a azia, as dores de costas e o lalala, nao me traz saudades nenhumas.
desculpa la o comentario ir longo, mas gostava de partilhar contigo!
e tambem li em noutro post a tua angustia/pena por teres de partilhar o teu tempo entre a sara e o diogo que foi filho unico tao pouco tempo. quando a Tessa nasceu so de olhar para o Lars chorava de culpa, como e que lhe pude fazer aquilo, mas acho que eram as hormonas e passou. idades assim tao proximas so trazem vantagens. logo logo brincam juntos e ficas tu com muito mais tempo para ti e para outras coisas. parece uma tarefa gingante tomar conta de dois, mas asseguro-te que achei mais facil do que so de um. as certezas sao maiores. e nos ajustamos-nos depressa a situacao.
jinhos grandes e tudo de bom!

Cristina disse...

Neste momento também sinto o mesmo.Às vezes até me sinto culpada como se o meu dever fosse andar sempre de sorriso na cara mas enfim...
Beijinhos e já estás quase

Anónimo disse...

Cool blog, interesting information... Keep it UP »