terça-feira, outubro 31, 2006

horários

agora que a sara já come 2 sopas por dia (começou ontem), vai começar com os iogurtes (hoje) e, portanto, só vai mamar de manhã e à noite (supostamente), quero-lhe fazer um horário. um horário flexível, claro, mas um horário com indicação de horas para comer e dormir.

o diogo começou a ter horários bem mais tarde mas é para isso que um 2º filho serve, não é? para emendarmos os erros do passado...

quero estabelecer um horário por várias razões: primeiro porque sei que é o melhor para ela. depois porque ainda me baralho um bocado com as sestas e as comidas e por vezes atraso tudo. e por fim porque quero MESMO ver se consigo dar-lhe mama só de manhã e à noite (deixando de a usar como "muleta" para adormecer a miúda). porquê? porque preciso urgentemente de mais liberdade e porque, uma vez mais, creio ser o melhor para ela.

agora o problema é que sei que quando estiver em casa tudo correrá mais ou menos dentro do previsto, mas...e quando formos sair? quando ela não conseguir dormir fora de casa (e a dificuldade que ela tem em dormir fora de casa...)? ainda hoje, por exemplo: fomos às compras de manhã e ela adormeceu no carro, como é normal, no regresso a casa. normalmente fica-se bem na cama mas hoje acordou. passado meia-hora de estar a tentar adormece-la (e porque faltava cerca de uma para ela comer), dei-lhe mama. e foi tiro e queda, claro. porque é que não lhe dei logo a sopa? porque, com o sono que ela tinha, ia armar um berreiro enorme, não comia nada e só pioraria a situação! são estas questões que não sei como resolver...

mas eu vou fazer um horário para a sara!

13 comentários:

PatMestre disse...

Da pouca experiência que vou tendo penso que é importante sim termos horários e regras mas sem stressar muito com o assunto...Qdo não dá paciência ;-)

PS: E o nosso encontro?!

Bjs
Pat

Ana Costa disse...

pois pois, entendo-te perfeitamente, eu tive de tomar a mesma atitude,uma boa rotina resolve muitas dessas questões, e quanto à moleta, é bom que lhe tires esse habito, o meu tb o tinha e era muito dificil. Quando passou a comer todas as refeições almoço, lanche e jantar começou a mamar a horas certas de manhã e à noite. e ao contrario do q imaginava nem foi dificil a mudança, talvez por ficar bem saciado. Neste momento bebe leite do dia de manhã e mama à noite, deixou de querer a maminha de manhã, apesar de me entristecer um pouco ... seja feita a sua vontade. beijocas

sol13 disse...

Desde que o miguel era pequenino que tento estabelecer horários e tenho-me safado bem , porque o puto até se tem adaptado muito bem.
Ele tambem já começou a comer as duas sopas por dia e já tem o lanchinho dele. Tambem só mama de manha e à noite (se acordar).
8.00- mama
12.00- sopa
16.00- leite
20.00- sopa
depois so mama se acordar.

Bjokas

Mar disse...

Fazes muito bem, que os horários são importantes para eles e para nós!
O que fiz com o P., que começou a ter um horário por volta dos nove meses (baseado no horário da creche), foi manter cada "fase", mesmo que a anterior não tenha corrido bem - o que acontece nos casos de saídas, doenças, etc. Assim, se não comeu bem só volta a comer à hora do costume (ou um bocadinho mais cedo, mas nunca de forma a trocar horários). Com o sono a mesma coisa, a não ser que adormeça sozinho. Tem resultado mais ou menos bem... Boa sorte! :)

a mãe dos miúdos disse...

tal e qual. A Joana definiu logo os seus horários mas o Miguel não. Assim que for para o colégio começo a fazer como à irmã: mama antes de sair de casa, fruta a meio da manhã, almoço, papa/fruta/iogurte e quando eu chegar... mama. Assim que começarem as sopas nocturnas quero dar só mama de manhã e à noite. É tão melhor para todos...

Xana disse...

Como seres humanos que somos arranjamos muletas. Deste-lhe a mama porque achaste que foi o que te ocorreu na altura. És um ser humano. Com o tempo vais ver que ela se vai adaptando e deixam (as duas) de se lembrar de imediato da maminha para terminar o tomulto.
As regrinhas são muito boas. É bom para ela e também para ti. Porque com os dois meninos deve ser difícil teres tempo para estares com o teu marido. Se ela só mamar para se deitar, a partir daí tens tempo para namorares um bocadinho. Os miminhos também são necessários e não és só mãe da Sara e do Diogo. Também és uma mulher. É totalmente levares um beijo ou um carinho com a presença deles e sem eles ao pé. A calma para se conversar é outra. Enfim... acho muy bien que começes a regrar a Sarita!

Beijos

Ana Rangel disse...

Agora sou eu a dar-te a minha modesta e pouco experiente opinião... um dia de cada vez! Estabeleces o que pensas ser o melhor horário e rotina e vais andando... ;)

Karla disse...

Eu defini um horário aos quatro meses da Inês, ainda ela só mamava: 8h, 12h, 16h, 20h. À meia-noite dava-lhe um biberão do meu leite (porque se lhe desse mama ela acordava) e ela aguentava-se até de manhã.

Tenciono fazer o mesmo com a Leonor assim que ela tenha "ordens do médico" para dormir a noite toda (ou seja, pelos dois meses). Quanto às tuas questões... como comecei mais cedo, ou melhor, como comecei quando a Inês ainda só mamava, não sei bem como ajudar... mas espero que corra tudo bem!

Cristina disse...

Também ando às voltas com isso dos horários do Eduardo.5 refeições por dia:mama de manhã e à noite, sopa e fruta ao almoço e jantar e uma papa feita com o meu leite à tarde...

pal disse...

ai karla, agora até doeu! o médico nao deixa a leonor dormir a noite inteira, se ela quiser?!

o meu acho que deixava para aí 6 horas, se acontecesse. e a partir do primeiro m~es, era o que elas quisessem. o pior é que elas não sabiam o que queriam!! lol!!


Inês, entendo-te tão bem!! Cada dia se vão tentando as rotinas, mas tb é todos os dias que os imprevistos acontecem...

Os imprevistos relacionados com a alterações do sono são mesmo os piores... Vais ver que perceberás quando vale a pena "enfiar-lhe" a sopa ou, enfim, olha mais um bocadinho de mama!...

nana disse...

no doubt you will! :o)

xX

(olha, manda-me a fotografia de ontem para o mail.....)

Costinhas disse...

não dou sugestão nenhuma.

Os horários custam-me mais a mim a cumprir que a eles.

Se a Joana era como eu, agora saiu-me um puto que gosta de rotinas. Foi ele que me treinou a mim... :p

Mas com calma, acho que consegues melhor do que pensas. Estabeleces as tuas regras, e depois... fazes como os ingleses e crias as excepções às regras sempre que for preciso.

Desde que nunca deixes de "ler" as necessidades da tua menina, tudo vai andar sobre rodas e em menos de nada tens o plano defenido!

Beijos

(hoje estou em modo comentários-testamento... sorry!)

Sandra disse...

Nem me fales...Eu devia ter tido está ideia à muitos meses atrás...Não tive e agora estou a sofrer na pele......