domingo, abril 10, 2005

O Diogo e as manas patudas!!


por saber que há outras futuras mamãs que também têm cães e porque já nos foi perguntado por diversas vezes nos comentários, aqui fica a descrição do encontro do diogo com as manas de quatro patas:

na 2ª feira, quando chegámos a casa, resolvemos que não seria bom fazer logo as apresentações uma vez que as cadelas estavam excitadissimas com o meu regresso e muito baralhadas com o que se estava a passar; assim, o piolho foi directamente para o quarto e as cadelas ficaram comigo a matar saudades. Resultado: 3 mijas na cozinha e uma noite inteira de vigília à porta do nosso quarto com ganidos de quando em quando...

na 3ª feira deu-se a apresentação: o pai-vagem levou o pequenito para a sala e baixou-se para que as bichas o vissem e cheirassem :o) a curiosidade foi mais que muita e tudo correu sem stresses :o)

Example

a partir desse momento, o diogo começou a passar o dia na sala na alcofa que a comadre lia emprestou; a ísis (a cadela não anã da casa..) sempre que o quer ver coloca-se nas patas traseiras mas nunca toca na alcofa!!! :o)


Example

Example


a partir de 4ª feira comecei a dar de mamar na sala :o) as cadelas vêm muitas vezes espreitar e cheirar mas tudo com calma e ordem!

como veem, com calma tudo se consegue...e eu estou muito orgulhosa das minhas bichanas!!! ;o)

22 comentários:

Anónimo disse...

Olá Inês!

Obrigada por esta mensagem tua! Significa muito para mim! Também tenho as minhas meninas (cadelinhas abandonadas que recolhemos e são lindas!! Rafeirinhas quanto mais podem ser e fantásticas!) e estou grávida de 6 semanas... Tenho a certeza que é possível conciliar bebé e bichitas e só pode fazer bem a uma criança crescer convivendo com animais :) Muitos parabéns e obrigada por este blog que visito diariamente!!

Beijinhos!
Susana

Paula disse...

Está a correr tudo às mil maravilhas!!!!!!!! Que bom!!!!
Beijinhos para a família leguminosa e respetivas cadelinhas!
Paula Sofia

Anónimo disse...

Olá Familia feliz!!!

Que lindas, as tuas ninas...ainda bem que está tudo a correr bem :)

Beijos
Basset

andreia disse...

ola ainda bem que esta a correr tudo bem adorei ver a tua cadelinha em pe mas sem por as patinhas na alcofa isso demonstra que elas entendem tudo e que sabem o que fazem as vezes ate mais que os humanos que sao mais animais que elas e as abandonam se pudesse tambem tomava conta de varios caezinhos mas e impossivel pois moro num apartamento e estou fora de casa mais de 12 horas era muito mau para eles.
espero que tudo corra pelo melhor felicidades aos papas e um jinhos muito fofito para o diogo que e lindo
andreia e bebe

prima_rita disse...

Que cadelas tão bem comportadas!!!
Tenho um palpite que com os meus monstros as coisas não vão ser assim TÃO calmas! Mais umas semanas e já vamos saber.

Muitos beijinhos e tudo a correr bem

Filipa disse...

Olá Inês!
Sabes que eu acho que os cães entendem que estamos grávidas!!!
O meu cão ficou em casa da mãe quando casei,não o trouxe para minha casa, mas continuamos muito ligados. A partir do momento que descobri que estava grávida, notei diferenças no seu comportamento para comigo. Não me largava!!! E agora que o bébé nasceu, faz o mesmo com ele!!! Cheira imenso tudo o que é dele, tenta lambe-lo, e coloca-se ao lado da cadeirinha dele como que a guarda-lo!!!

Ana disse...

Olá Inês!

Quero dizer te que venho cá muitas vezes saber do Diogo - que está lindão!! - mas que muitas vezes tenho dificuldades em deixar comentários! Conseguir agora foi um milagre!

Muito bonita essa relação das tuas cadelas com o Diogo!

Não tenho cães cá em casa...mas meus pais têem e sempre tiveram. Quando meu irmão mais velho nasceu e minha mãe queria deixar o bebé no quintal a apanhar um bocadinho de sol, o "Bolinhas" ficava a tomar conta do bebé....ai de quem se aproximasse!!!!!!!!!!

Beijinhos e mais uma vez, parabéns!

ni disse...

eheheheheh, pois claro que ía tudo correr bem! com umas bichanas tão lindas e simpáticas, nem outra coisa era possível! E esse miúdo daqui a uns dias já lhes começa a fazer festinhas e a levar lambidelas...
;o)
Muitos beijinhos e abraços

Cocas disse...

Oh Inês... gostei tanto deste post! A cadelinha de biquinhos de pés! Que coisa mais fôfa!! lol

Beijocas
Cocas :D

Carla disse...

Que espectáculo, Inês! Eu tenho algumas amigas minhas que dizem que os seus cães descobriram primeiro que elas que elas estavam grávidas, passando a cheirar-lhes muito a barriga e não se lançando com as patas à barriga a pedir festas, notaste alguma diferença nelas quanto a isso? As fotos estão uma ternura! Beijo enorme a vocês os três e lambidelas das minhas malucas para as tuas :)

Anónimo disse...

São umas fofas as tuas cadelas!!!
O cuidado para nem tocar na alcofa!! Os cães são surpreendentes!!! EU tenho 4 em casa!!!
Beijocas grandes para essa grande familia!!!

PM www.quasegravida.blogspot.com

Susana Vasconcelos disse...

Que máximo, as reacções das cadelas! Portaram-se lindamente!
E o Diogo tá lindo!!!! Como conseguiram "apanhar" a foto dele a rir-se? Está demais! Parabéns!
Espero que esteja tudo a correr bem apesar das poucas horas dormidas!
Bejinhos grandes,
Susana+Mateus

Luna disse...

Olá Inês!
fiquei deliciada com as tuas cadelas,realmente são umas queridas aceitaram o diogo mto bem e agora são tb as suas guardiais.
Beijocas para familia "ervilho"
Luna

DoraSeixas disse...

Minha querida, é claro q elas o íam receber bem , quem resiste aquela coisa linda ;o)
Fico muito feliz por vocês :o)
BJOS GGGGGRANDES xxx

Rita disse...

Uma família feliz, é o que é!
Muitos beijinhos de parabéns pelos 30 e mais um pelo Dioguinho.

Anónimo disse...

Hello, malta!

Fiquei babada ao ver a Ísis tão cuidadosa com o Dioguinho na alcofa! Achei tão amorosa e ternurenta a cena! E as fotos foram tiradas na hora H!

Eu tenho uma gatinha com quase seis meses que é uma pequenina terrorista... penso que não vou ter tanta facilidade assim quando o meu bebé nascer!

Enfim, não há-de ser nada... :o)

Beijinhos

Neivah (dos foruns do pinkblue)

Ana Rute Cavaco disse...

Eu também tenho duas gatas e quem não tem animais perguntava-me quando eu estava grávida como ia fazer quando a Maria nascesse. Dão-se todas lindamente!

Alda disse...

O teu filho é tãooooo lindo!!! Parabéns!!! E essa relação com as bichanas é um espectáculo!

Bjs
Alda

São disse...

Quem disse que elas eram feras?
Estas imagens valem mais que mil palavras. O Diogo vai ter umas óptimas baby sitters. Resta saber quem fica com os brinquedos ;)

Tita disse...

Parabéns pelo Dioguito e pela convivência pacífica entre ele e as manitas peludas! Eu cresci quase toda a minha vida com 2cães entre os meus 2 anos até aos 15anos, e acho que houve poucas coisas de tão bom como esses dois bichinhos na minha infância, apesar do meio milhão de amiguinhos que spre tive!

Em suma, eu ErvilhaMaravilha, vim dar os parabéns à vossa ervilhita! ;)
Beijinho gd

Paula Cristina Almeida disse...

Olá.
O meu nome é Paula e o meu bebé tem 9 mesinhos (faz amanhã).
Também tenho um canito com quase 4 anos, chama-se César e é arraçado de Cocker Spaniel preto, está em nossa casa desde o mês e meio. Vai connosco de férias e claro está, adora-nos... acho que ele pensa mesmo que somos os pais dele. Quando fiquei grávida, ele apercebeu-se assim que a barriga começou a crescer... Quando estive internada, ele nunca comeu, nem bebia àgua... quando cheguei a casa, foi uma emoção enorme e também só no dia seguinte lhe apresentámos o bebé... é bom recordar como ele também gania à porta do quarto!!!!! Agora, pouco a pouco vai-se aproximando do bebé e o bebé dele... é tão engraçado que, sem ninguém o mandar, lhe dá beijinhos nas orelhas (o canito ao bebé, claro)... Obrigada por me fazer relembrar estes doces momentos em plena hora de trabalho.
Beijokas da família:
Paula (mamã)
Raul (bebé)
Rodrigo (papá)
César (canito)

AnaBond disse...

Oh pah...
:(
Eu tinha uma cadelita que era um mimo. Toda a gente adorava-a.
Infelizmente, tivémos de arranjar um novo lar para ela pois a minha cadela tinha umas manias que não eram compatíveis com um bebé.
Custou-me muito, mas sei que hoje ela está muito melhor do que estava. Tem espaço livre para correr, companhia o dia todo, tanto canino como humano (curiosamente, esta cadela sofria imenso por não ter ninguém durante o dia, e por isso tinha algumas manias menos higiénicas para chamar a atenção), e é demasiado mimada.

Sei que hoje ela é feliz. Teve dois donos que a adoravam e mimavam demais, e apesar dos novos donos (pessoas que conhecemos e com quem continuamos a contactar e que nos contam as novidades dela) terem dito que um dia mais tarde a devolveriam se quiséssemos, sei no fundo que ela está melhor do que nunca.
E pelo meu amor a ela (custa-me admitir isto) sei que nunca conseguirei dar-lhe melhor vida que a actual... por isso sofro cá dentro, mas sei que ela é feliz.

Isto tudo para dizer no final que adoooooro o teu filho. Lindo, lindo, lindo.