quinta-feira, setembro 21, 2006

há noites de sorte...

minha querida, não fosse eu acordar 2 vezes - no mínimo - por noite e o meu estendal e toda a roupa que lá se encontrava tinha marchado pela varanda fora!! ;o)

(obrigada filha, por me fazeres acordar às 4 da manhã dando-me a oportunidade de ouvir o vento uivar e me ter lembrado do estendal que já se encontrava na bordinha da varanda...)

11 comentários:

Sandra disse...

Sempre existem vantagens em ter de acordar de noite ao som do choro dos nossos rebentos!

Beijinhos

Rute disse...

Parabéns à Sara... tão pequenina e já ajuda a mamã nas tarefas domésticas!

Carina disse...

O tempo realmente deu uma reviravolta da noite para o dia, pelo menos aqui pela nossa zona! Felizmente não tinha roupa estendida, tinha só os pássaros na varanda... ai!

Beijinho

Xana disse...

Inês, nem vou comparar o trabalho que dois bébes dão com apenas um! Nem imagino o que tens de trabalho, mas o meu de noite acorda-me mais vezes do que os teus dois juntos, ando a acordar uma média de 8 vezes por noit. Mas de todas elas, acho que estáva tão bebeda de sono, que só às 7 da manhã é que dei pelo vendaval! Acho que as más noites me estão a causar surdez! Ahahahhhhhh!
Vou-te dizer pela milionésima vez que a tua filha é linda, linda, linda!!!

Beijos

nana disse...

está um tempo TÃO bom em londres!!!!! solinho, sem vento...... ;o)

(alguma vez havia de ser!)

xXx

Mar disse...

Afinal não fui só eu a apanhar a roupa a horas indecorosas!
Tinha que haver alguma vantagem em ter que acordar de noite... ;)

carla disse...

Tb adoro o magnum essence, finalmente fizeram um gelado com chocolate preto que tanto adoro.
A tua filhota ta linda.
beijocas

lila disse...

haja um lado bom (ou menos mau)nisto de não ter noites completas :)

ana disse...

vês que boazinha que é? eheheheh

dianamae, rafael e afonso disse...

Ah ah ah, essa tá boa, ai está está!

Isso é que é saber ver as coisas boas, mesmo quando elas estão mesmo muitooo escondidas!
lol


Jinhos

Ana Costa disse...

xi as vezes dá jeito... mas só as vezes.